Família busca por jovem desaparecida há cinco dias

A jovem de 18 anos, Elen Karoline dos Santos, está desaparecida há cinco dias, desde que saiu da escola, na cidade de São Sebastião, na região Agreste de Alagoas. Segundo testemunhas, a jovem teria discutido com o companheiro, um vigilante identificado como Hélido dos Santos. No dia em que a jovem saiu de casa, teria…

A jovem de 18 anos, Elen Karoline dos Santos, está desaparecida há cinco dias, desde que saiu da escola, na cidade de São Sebastião, na região Agreste de Alagoas.

Segundo testemunhas, a jovem teria discutido com o companheiro, um vigilante identificado como Hélido dos Santos. No dia em que a jovem saiu de casa, teria escrito um bilhete que dizia: “Vá ser feliz só! Fui, tchau. Vê se muda! Deus te abençoe”.

Desde o seu desaparecimento, a jovem não entrou em contato com os familiares. Ela residia na casa dos sogros há cerca de um ano e o casal teria discutido por Elen Karoline exigir que Hélido alugasse uma casa para o casal morar sozinho. Porém, Hélido queria construir a casa em um terreno que possuía.

Na noite que saiu de casa para ir a escola, Elen teria colocado algumas roupas dentro da bolsa. Ao ser questionada pelo companheiro, ela informou que iria doar as roupas e deixaria na casa de uma amiga.

Ao retornar para o interior da residência, Hélido encontrou o bilhete de Elen.

“Estou indo embora. Não se preocupem, eu estou bem melhor sozinha. Siga sua vida que eu seguirei a minha. Mulher precisa de amor, carinho e atenção. Eu até tentava você só me recusava. Mas como você disse que eu poderia ir que você não ia atrás. Eu cansei, deixe minhas coisas com a Lena ou a Eliene, eu amo elas e minha mãe. Fique com a TV como forma de pagamento do celular que você me deu. Vai ser feliz só. Fui tchau vê se muda. Deus te abençoe”, dizia o bilhete deixado pela jovem.

O desaparecimento da jovem já foi registrado, através de um Boletim de Ocorrência, na delegacia da cidade.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da jovem, pode entrar em contato com o número: (82) 99974-3497.

Fonte: Alagoas24horas