Aberto da Austrália: Medvedev avança e lamenta calendário ‘impossível’



Campeão do Aberto dos Estados Unidos, Daniil Medvedev, venceu o suíço Henri Laaksonen na terça-feira (18) e chegou à segunda rodada do Aberto da Austrália. O tenista, favorito para ganhar o torneio australiano após a deportação de Novak Djokovic, teve apenas 14 dias de descanso no final de 2021 antes de disputar o ATP Cup.

O calendário tem sido alvo de reclamação dos tenistas, com muitos se queixando do cansaço físico. Após a vitória, Medvedev lamentou a situação. 

“É impossível, e sim, definitivamente não é suficiente [a pré-temporada]”, disse o russo aos repórteres após sua vitória por 6-1, 6-4 e 7-6(3) ao sol da tarde na Rod Laver Arena.

“Se você quer representar seu país todos os anos na Copa Davis e se você está todos os anos nas finais, bem, isso se torna impossível”, disse. “Portanto, você terá que sacrificar algo. Às vezes seu corpo lhe dirá o que você tem que sacrificar, às vezes você terá que decidir”. “E não é uma decisão fácil, porque muitas pessoas estarão contra suas decisões”, disse.





Fonte: iBahia