O que é? Como desenvolver?


saúde socioemocional é fundamental na vida de qualquer pessoa. Ela está envolvida com as nossas emoções e a nossa maneira de lidar com o que sentimos. Por isso, cultivá-la pode ser um caminho para elevar o bem-estar e a qualidade de vida.

Quer saber mais sobre essa habilidade? Então continue acompanhando este texto até o fim e fique por dentro do tema!

O que é saúde socioemocional?

Em linhas gerais, podemos dizer que a saúde socioemocional envolve-se com a nossa maneira de lidar com as nossas emoções, e com as emoções de quem convive conosco. Ou seja, ela está alinhada com a nossa sociabilidade e nosso equilíbrio emocional.

Assim, pode abranger todas as áreas de nossas vidas, como trabalho, estudos, relacionamentos, etc. E dessa forma, desenvolvê-la e cultivá-la é imprescindível para manter a saúde mental em dia.

Como desenvolver a saúde socioemocional?

Mas afinal, pode onde começamos para desenvolver a saúde socioemocional? Bem, essa pergunta tende a ser bastante ampla.

Primeiro porque tudo depende da história de vida da pessoa. Segundo porque as emoções são bem subjetivas.

No entanto, algumas ações tendem a trazer resultados satisfatórios em grande parte dos casos. Veja algumas delas:

1. Cuide da sua mente com práticas relaxantes e hobbies

Relaxar, descansar, descontrair e se divertir é imprescindível para manter a saúde mental em dia. Afinal, por meio dessas atividades nós conseguimos diminuir o estresse, a ansiedade, e ainda compartilhamos momentos prazerosos com as outras pessoas.

Desse modo, investir em meditação, exercícios físicos, trilhas, esportes, leituras, filmes e outros tipos de atividades relaxantes e motivadoras, é muito interessante.

2. Pratique exercícios físicos

Os exercícios físicos, como mencionamos acima, são fundamentais para a saúde socioemocional. Por meio deles nós cuidamos da mente e também projetamos sensações de prazer e bem-estar para o nosso corpo.

E ainda, se fizermos exercícios em grupo, como na academia ou em um grupo de corrida, tendemos a ter relações interessantes com outras pessoas que possuem gostos em comum.

3. Aprenda a dialogar sobre o que você sente

Dialogue sobre o que você sente diante das situações diversas de sua vida. Claro que não é interessante falar “de cabeça quente”, mas, quando precisar desabafar, procure uma pessoa de confiança para isso.

Quando aprendemos a falar sobre o que sentimos, tendemos a ter uma maior leveza em nossas vidas. Isso porque ouvimos o que falamos e elaboramos as sensações que estão presentes em nossas vidas, ressignificando-as.

4. Respeite os seus limites

Não seja aquele tipo de pessoa que tenta provar para todo mundo que é invencível ou um pseudo herói. Isso pode fazer com que você se exponha aos seus limites extremos, causando impactos intensos na sua saúde socioemocional.

Busque o caminho contrário! Respeite os seus limites, sempre se desenvolvendo de forma gradativa.

5. Entenda melhor as suas emoções – escute-as!

Escutar as emoções, seja em situações pessoais, profissionais ou em conjunto, é fundamental.

Quando ouvimos o que sentimos, entendemos melhor quem somos, o que desejamos e aonde queremos chegar. E tudo isso, somado, é interessante na hora de desenvolver a saúde socioemocional. Faça o teste: escute-se!

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Notícias Concursos