Rui não garante realização de festas privadas no Carnaval: ‘Vai depender do coronavírus’



Um dia após definir a redução da capacidade máxima de público em eventos na Bahia, Rui Costa afirmou que se os números seguirem crescendo, haverá uma restrição ainda maior. O governador ainda disse que as festas privadas no Carnaval não estão garantidas.

“Se o números de pessoas contaminadas com #Covid19 seguir crescendo na Bahia, haverá uma maior restrição, até mesmo proibição para qualquer tipo de evento, e isso poderá incluir as festas privadas no período do Carnaval. Tudo vai depender do comportamento do #coronavírus até lá”, publicou no Twitter nesta terça-feira (11).

Em entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia, Rui disse que a avaliação das restrições é feita diariamente. “Nós vamos avaliar diariamente. Espero que o número não cresça, para que a população não sofra com a doença. Então se todo mundo fizer a sua parte, todo mundo vai correr menos risco”, disse.

Com a redução do público para 3 mil pessoas – anteriormente, era permitido até 5 mil pessoas nos eventos -, o governador sofreu críticas por parte do setor do entretenimento. A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (ABRAPE), por exemplo, emitiu uma nota criticando os cancelamentos de festas e shows. Aos empresários, o petista pediu que os protocolos sejam seguidos.

“Espero que haja uma tomada de consciência. Eu dou entrevista desde outubro apelando para que os empresários controlassem a entrada apenas dos vacinados, como previa o decreto”, citou. 





Fonte: iBahia