Sem perrengue: dez dicas para arrumar a mala e se dar bem durante a viagem



O período de férias é, por questões óbvias, quando as pessoas aproveitam para fazer suas viagens. Conhecer um novo lugar ou até mesmo voltar àquele destino especial é uma boa forma de renovar as energias para encarar os desafios do ano novo. Para ajudar nossos leitores na hora de arrumar a mala, deixando qualquer perrengue no passado, preparamos algumas dicas úteis para que você possa voar tranquilo e sem preocupações.

Primeiro de tudo, você precisa saber que há três tipos de bagagens que podem te acompanhar no avião: a famosa mala despachada, que pode pesar até 23kg e costuma ser cobrada; a mala de mão, de até 10kg; e o item pessoal, que se refere a uma bolsa ou mochila de pequeno porte. As medidas aceitas pelas companhias aéreas para bagagem de mão costumam ser 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade. No caso da mala despachada, a soma das três medidas não pode ultrapassar 158 cm.

E na hora de montar a mala em si?! Tem dúvidas?! Então, vamos às dicas!

Uma forma de economizar espaço é enrolar suas roupas. Se você é do tipo que dobra as roupas para colocar na mala, experimente fazer rolinhos. Tenho certeza que você vai se surpreender com o espaço que essa nova tática vai abrir na sua mala, seja ela despachada ou de mão. Outra forma de economizar espaço é colocar as meias dentro dos sapatos. No caso de casaco, você pode levar o maior com você, enquanto o tênis mais pesado pode ir no seu próprio pé. Isso economiza espaço e peso.

  • Faça check list do próprio corpo

Para não esquecer nada, costumo repassar o essencial olhando para o próprio corpo. É simples! Começo pelo pé e penso: sapato, tênis, chinelo e meia. Depois vou subindo por calças, bermudas, cuecas e sungas. Em seguida, camisas, camisetas, casacos. Ao chegar no rosto, principalmente as mulheres, é bom repassar os acessórios para saber se não esqueceu nada, tipo óculos escuros, brinco, correntes. Na cabeça, no meu caso, ainda levo chapéus e bonés. Fazendo esse check list, olhando pro seu próprio corpo, você não vai esquecer peças de roupa ou acessórios. E nada de esquecer os cabos do celular. Isso é muito importante e, por incrível que pareça, muita gente esquece esse item e acaba tendo que gastar dinheiro comprando novo cabo no destino.

  • Separe líquidos e se atente aos limites

Feito o seu check list corporal, chegou a hora de pensar nos cremes, pomadas, shampoos, dentre outros. É recomendável que todos os cremes e líquidos sejam colocados em embalagens transparentes, principalmente no caso de viagens internacionais, já que algumas alfândegas são mais rígidas e podem escolher verificar o conteúdo de cada líquido. Vale lembrar que em malas de mão, há um limite de 100 ml por embalagem. Isso significa que se você levar um creme de mais de 100 ml, o mesmo será retido e não poderá viajar com você. Já na mala despachada, não há esse limite, mas, para economizar espaço, você não vai leve um frasco de shampoo de 400 ml quando pode usar uma embalagem de 100 ml, por exemplo. Eu costumo comprar frascos de 100 ml para levar todos os líquidos que preciso, exceto se os frascos originais já forem de conteúdo igual ou menor a 100 ml.


Fique atento! As companhias informam quais itens são proibidos carregar nas respectivas bagagens (Foto: Acervo / Erick Issa)
  • Nunca despache dinheiro e documentos

Dinheiro e documentos devem ser carregados com você. Nunca, em hipótese alguma, despache valores ou seus documentos de identificação. Você corre o risco de ter a mala extraviada e ficar sem nada. Também há o risco, ainda que mínimo, já que a maioria dos aeroportos tem controle rígido, de ser furtado. Prefira carregar esses itens no seu bolso ou no item pessoal. Evite, inclusive, colocá-los na mala de mão, afinal, em voos longos, você pode dormir e seguro morreu de velho.

  • Nunca deixe sua mala com estranhos

Você já assistiu um programa chamado aeroporto? Caso sim, você sabe do que estou falando. Se não viu, você se surpreenderia com as coisas que podem acontecer no que se refere ao tráfico de drogas. Portanto, seja prudente e nunca deixe sua mala aos cuidados de terceiros. Nada de pedir para alguém olhar sua mala enquanto vai ao banheiro do aeroporto. Nada de pedir para alguém cuidar da sua mala enquanto caminha pelas lojas do saguão. Esqueça isso! Uma pessoa mal intencionada pode colocar alguma substância proibida na sua mala, correndo o risco de te gerar transtorno com as autoridades aeroportuárias.

  • Leve Notebook e Tablets com você

Você também não deve despachar notebooks ou tablets. É grande o risco do seu equipamento trincar caso viaje no bagageiro do avião. Já fiz isso uma vez, por inexperiência, logo que comecei a viajar. A tela do notebook trincou e o prejuízo foi mais de 1.000 reais, então, nada de vacilar que nem já vacilei no passado. Leve esses itens junto com você no seu item pessoal (bolsa ou mochila).

  • Atenção aos itens proibidos

Sempre que vamos fazer check-in para uma viagem aérea, as companhias informam quais itens são proibidos carregar nas respectivas bagagens. Tenha atenção a isso e não infrinja regras. Objetos cortantes são proibidos na mala de mão, mas liberados na mala despachada. Item explosivos são proibidos em geral, bem como produtos inflamáveis ou que possam gerar fogo.

  • Se atente às peculiaridades do destino

Evite gastar espaço na mala sem necessidade. Se você vai viajar para Cancún no verão, qual a necessidade de colocar casacos na mala? Se você vai para o inverno europeu, porque levará muitas camisetas e shorts? Nada disso tem lógica! Esteja atento às características de cada destino para otimizar sua própria mala. Praia requer um tipo de roupa, montanha requer outro totalmente diferente. Existe um tipo de roupa para cada viagem. Fique ligado!


As medidas aceitas pelas companhias aéreas costumam ser 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade (Foto: Acervo / Erick Issa)

Leve consigo aqueles remedinhos ou pomadas que costuma usar por prescrição médica. Faça sua farmacinha e deixe tudo bem separado em uma necessaire. Fique atento pois a entrada de alguns remédios pode ser proibida em determinados países, o que te obrigaria a levar a receita junto com você. Outros remédios, como os tradicionais analgésicos e antialérgicos não costumam causar problema, principalmente em viagens dentro do nosso próprio país.

  • Deixe espaço sobrando na mala

Nada de lotar a mala de coisas no voo de ida. Deixe algum espaço sobrando porque senão você corre um alto risco de pagar excesso de bagagem na volta. É muito difícil fazer uma viagem e não comprar uma lembrancinha que seja. Se o destino for famoso pelas compras, é mais difícil ainda não cair em tentação. Por esses e outros fatores, lembre de deixar um espaço na mala, prevendo que, com certeza, na volta haverá mais itens que na ida. Por fim, mas não menos importante, não deixe para arrumar a mala de última hora. O risco de esquecer algo importante é ainda maior!

Erick Issa*
Gostou das dicas de como arrumar mala, deixando mais espaço e evitando qualquer tipo de perrengue? Então, compartilhe com os amigos! Para mais dicas de viagens e turismo, me siga no Instagram @issabordo ou acesse www.issabordo.com.br.





Fonte: iBahia