Após fama do documentário, Golpista do Tinder cobra R$ 100mil para participar de eventos



O israelense Simon Leviev, que teve sua história contada no documentário ‘Golpista do Tinder’ da Netflix, está aproveitado a fama para cobrar exigências e valores altíssimos por sua presença em eventos. De acordo com o site TMZ, o ‘Golpista’ contratou uma pessoa para agenciar e tentar uma carreira em Hollywood.

Dentre as exigências, Simon cobra cerca de R$ 100mil para custear a farra de uma noite e marcar presença VIP com jatinho particular, carro de luxo, suíte em hotéis 5 estrelas e seguranças particulares de forma integral. Apesar da repercussão negativa da imagem do israelense causada pelo documentário, o número de contratantes é alto.

acusado por extorquir mulheres através do Tinder, aplicativo de encontros, se passando pelo filho de um grande comerciante de diamantes. Ele tem passagens pela polícia por estelionato e segue sendo investigado pelos casos revelados pela Netflix.

No documentário, Simon é acusado por extorquir mulheres através do Tinder, aplicativo de encontros, se passando pelo filho de um grande comerciante de diamantes. Ele tem passagens pela polícia por estelionato e segue sendo investigado pelos casos revelados pela Netflix.





Fonte: iBahia