Homem é levado às pressas ao hospital após inserir pilha AA no pênis



Um homem foi levado às pressas ao hospital após inserir uma pilha AA no pênis. o objeto ficou preso na uretra por 24 horas até o paciente finalmente procurar ajuda. Na ocasião, a pilha foi removida sem cirurgia. No entanto, cinco meses depois, ele precisou ser internado às pressas por causa de complicações do ato e foi operado.

Os médicos afirmaram que a presença da bateria por um dia no pênis causou severos e progressivos danos. O nome do paciente não foi revelado.

A história foi publicada na revista médica “Urology Case Reports”. “Houve danos na uretra e no corpo esponjoso (tecido que envolve a uretra)”, acrescentaram os autores do artigo. Segundo os médicos, o paciente não tinha problema mental. 

A equipe médica disse que corpos estranhos uretrais são raros, com uma variedade de causas, incluindo doenças psiquiátricas, autoerotismo, intoxicação e contracepção.

Um caso parecido, também relatado na “Urology Case Reports”, ocorreu na Inglaterra. Um adolescente foi submetido a cirurgia de emergência após inserir cabo USB no pênis a fim de medir o órgão genital. Antes de procurar o hospital, o jovem urinou uma grande quantidade de sangue.

Leia mais sobre Mundo em iBahia.com.





Fonte: iBahia