Insistem no erro? Relembre as vezes em que Linn da Quebrada alertou brothers sobre pronome



Pouco tempo após ingressar no “BBB 22”, Linn da Quebrada precisou lidar com os erros de pronome cometidos pelos participantes do reality show. Na última quarta-feira (23), o caso mais recente foi o de Lucas durante a festa do líder, mas a primeira vez veio justamente no primeiro dia de reality. 

Eslovênia

Logo quando entrou na casa mais vigiada do Brasil, em 20 de janeiro, Linn da Quebrada foi chamada por Eslovênia de “ele” e gerou revolta nos internautas. “A Linn chegou hoje e já foi tratadA no masculino, a pessoa tem ELA tatuado no rosto”, criticou um usuário do Twitter.

Após a gafe, a própria Eslovênia voltou a errar o pronome de Lina durante uma festa e recebeu advertência da atriz de que não daria para continuar no erro.

Foto: Reprodução/TV Globo

Laís

Laís também revoltou a web ao enviar um torpedo tratando a sister no masculino para perguntar se ela estaria solteira. Após o erro, a médica tentou se explicar com a colega de confinamento. “Aí eu já queria te acordar, eu estava agoniada, pensei ‘não é isso, estão entendendo tudo errado’. Quis vir falar com você antes que ficasse saindo conversinha nada a ver”, disse.

“Houve um erro de pronome aqui. Eu fico com um constrangimento que não me pertence. Bola para frente”, finalizou Linn.

Gustavo

No dia 12 de fevereiro, Gustavo foi mais um brother que errou o pronome da sister. Ele ainda estava dentro da casa de vidro quando se referiu a cantora como “ele”. “Parecia tão fácil ele com a Ba”, soltou.

Logo depois ele se corrigiu, mas o público fez burburinho na web. A equipe de Linn da Quebrada rapidamente se pronunciou nas redes sociais. “Adm reflexiva: Será que se a tattoo da Lina fosse uma coisa assim bem no meio da testa seria mais fácil para acertarem? Porque tá babado viu”, escreveram.

Lucas

O caso mais recente, também foi o que mais abalou a participante. Após o líder da semana tratar Lina no masculino a sister repreendeu a atitude. “Não dá mais para errar isso no meio do programa”, soltou a participante.

Na manhã desta quinta-feira (24), ela aproveitou seu depoimento no “Raio-x” para desabafar sobre o momento vivido.

“Ontem tive uma situação com o Lucas que acabou se desdobrando um pouco com outras pessoas […] estamos na metade do programa e a cada dia que passa eu sinto que é isso, por quanto tempo mais eu vou amenizar o que eu tô sentindo pra tornar mais leve pro outro, né”, desabafou.

Foto: Reprodução/TV Globo

Discurso de Tadeu Schmidt

Vale lembrar que Tadeu Schmidt, apresentador do “BBB”, já precisou interferir no jogo, após algumas semanas, para dar um ultimato nos participantes. “Você tem o pronome ‘ela’ tatuado acima da sua sobrancelha. Eu queria que você explicasse por que você fez essa tatuagem e que você dissesse, mais uma vez, reforçando como as pessoas devem se dirigir a você”, disse.

“Eu fiz essa tatuagem, na verdade, por causa da minha mãe, porque no começo da minha transição, minha mãe ainda errava e me tratava no pronome masculino”, iniciou Lina.

“Eu falei: ‘Mãe, eu vou tatuar ‘ela’ na minha testa, pra ver se a senhora não erra.’ E acho que assim também é uma indicação para as outras pessoas. Então, ficou na dúvida, lê e vocês lembram que eu quero ser tratada nos pronomes femininos”, finalizou a artista.

Veja mais notícias sobre BBB no iBahia.com





Fonte: iBahia