Polícia acaba com festa de carnaval no Distrito Federal; entenda



A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) interrompeu na madrugada de hoje (27) uma festa com 500 pessoas na área rural do Gama, no Distrito Federal. Em razão aumento de casos de covid-19 e a lotação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) nos hospitais, o governo local determinou que o carnaval ocorra sem festas públicas, sem eventos com cobrança de ingresso e sem aglomerações.

De acordo com a PM, a festa não possuía autorização administrativa e também não cumpria os protocolos de biossegurança referentes à pandemia do novo coronavírus. A polícia informou, ainda, que encontrou grande quantidade de maconha, cocaína, crack, ecstasy e um simulacro de arma de fogo. Dois homens foram presos por tráfico de drogas. Os detidos e os organizadores levados para a 20ª delegacia, onde houve o  flagrante.

Na sexta-feira (25), uma operação – composta por órgãos de fiscalização do Governo do Distrito Federal e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) – inspecionou quase 150 estabelecimentos e interditou 17 bares no Plano Piloto, Santa Maria, Gama e outros locais por descumprimento do protocolo sanitário.

Desse total, oito foram fechados. Houve também uma atuação integrada com o Detran-DF, tendo sido registrados mais de 30 casos de alcoolemia ao volante.

Também foram interditadas duas festas no Conic e uma no Setor Armazenagem e Abastecimento Norte. A fiscalização continuará na segunda e terça-feira de carnaval, das 18h às 2h da manhã.

Leia mais sobre o Carnaval de Salvador no ibahia.com





Fonte: iBahia