Após semana em Salvador, Vitão se prepara para estreia internacional: ‘A ficha não caiu’



Foto: Jefferson Borges / Bahia FM

Vitão uniu o útil ao agradável na combinação de lazer e trabalho nesta semana e escolheu a capital baiana como destino para dar um respiro antes de retomar a agenda de shows com uma apresentação em Salvador no sábado (19), no bar Hype, localizado no Jardim dos Namorados. 

Na capital baiana desde o último domingo (13), o paulistano, que vem aproveitando o melhor que a cidade pode dar, reservou um tempinho para conversar com o iBahia sobre sua estadia.

“Quando eu tenho tempo, gosto de aproveitar 100% o local. Quero ir em todas as praias, comer todas as comidas, conhecer todos os lugares. Aqui em Salvador é uma esfera muito diferente. Essa semana eu fui em um bar lá no Pelourinho, e é engraçado o quanto a cidade respira cultura. Todo lugar que a gente olha tem alguma manifestação cultural”, disse encantado.

Em seu período na Bahia, o artista aproveitou para encontrar os fãs com direito a música e por do sol no Farol da Barra, além de se jogar em uma experiência inédita e aleatória, um jogo de futebol com Léo Santana e Jorge Vercillo.

“Eu não sou uma pessoa do futebol, mas marquei até um gol. Depois eu fiquei me perguntando ‘como eu consegui isso?’ (risos). Foi muito bacana estar com o Léo, com quem eu já tenho uma parceria e com o Vercillo, que eu só conhecia as músicas. A arte nos proporciona esses encontros”.

Foto: Victoria Dowling / iBahia

O momento de descanso tem um motivo, o intérprete de ‘Cafe’ está prestes a dar um passo importante na carreira, seu primeiro show internacional. A apresentação, que agendada para Luanda, na Angola, acontecerá quase um ano após o artista ter cancelado sua estreia internacional com um show nos Estados Unidos em 2021.

A cidade africana é uma das grandes consumidoras da música do artista fora do Brasil e para o artista, é um sonho realizado poder ter esse contato com fãs de outros países.

“Desde o começo da minha carreira eu já recebo muitos directs, muitas mensagens, da galera de Angola. Muita carência de show lá, o Junior Lord, um parceiro aqui da Bahia, sempre foi muito para Angola, minha backing vocal também, a Paola, sempre falou muito de lá e que a galera queria muito meu show lá. Quando eu soube que finalmente conseguiram marcar foi uma felicidade gigantesca assim, o nosso show vai ser em Luanda, e eu tenho há muito tempo, muita vontade de conhecer a cultura de lá. Sempre foi surreal para mim isso. É uma parada que eu muitas vezes me sinto como moleque, ainda não caiu a ficha”. 

Para os fãs angolanos, o cantor garante que a apresentação será diferente de tudo que o público já ouviu.

“Vai ser algo completamente diferente de tudo que eu já fiz no Brasil, por ser meu primeiro show internacional vai ter esse sentimento de ‘p*rra, eu tô fora do meu país e tem gente aqui que conhece a minha música, que tá cantando comigo, que comprou ingresso para estar aqui no show’. Tenho certeza que vou ser muito bem recebido lá e quero conhecer o máximo de lugares e pessoas que puder. Quero conseguir fazer uma sessões de estúdio também”.

Leia mais sobre Música no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias





Fonte: iBahia