‘BBB 22’: Gustavo planeja puxar Laís para o paredão se ele tiver contragolpe; entenda



O próximo paredão do “BBB 22” já começou a ser formado, com a ida de Gustavo direto para a berlinda graças à dinâmica com os ex-participantes do programa — que tiveram que votar e para emparedar um brother ou uma sister, entre aqueles que tinham ido pior na prova do líder. 

E ele, que não esconde que gosta, sim, de jogar, já começou a especular sobre quem o acompanhará e sobre suas próximas cartadas.

Com Arthur na liderança, Laís sabe que está na mira. Pensando nela, Gustavo sugeriu que, se tiver a chance de um contragolpe, poderia puxá-la para o paredão. O motivo? Para que ela tenha chance de escapar.

“Se você não tiver imune, e eu tiver contragolpe, eu estou pensando em te puxar, para você não ir direto pelo líder e ter o bate e volta”, explicou o curitibano.

Laís achou boa a ideia, mas demonstrou um receio de como a atitude do brother será vista pelo público.

Depois, eles chegaram á conclusão de que não seria possível isso, já que Arthur, como líder, vota imediatamente após a imunização do anjo. Se Gustavo tivesse um contragolpe, só poderia usar depois: “Ele vota primeiro, então não tem como”, comentou Laís com Gustavo.

Arthur já afirmou na casa, após a vitória na prova do líder, que Laís é mesmo sua indicação. A não ser que ela seja presenteada com o colar do anjo por quem vencer a prova deste sábado.

E vale frisar também que Gustavo não tem contragole. Como Tadeu Schmidt já explicou antes mesmo da prova do líder, mas somente para o público, a votação se dará assim:

Com Gustavo já emparedado pelos ex-BBBs, o anjo imuniza alguém e, na sequência, o líder faz sua indicação. Essa pessoa indicada pelo líder, sim, terá um contragolpe, puxando alguém para a berlinda. Na sequência, a casa vota: seis participantes votarão no confessionário; os outros cinco vão votar na sala. E aí, enfim, rola o bate e volta, de que participam Gustavo, o indicado no contragolpe e o mais votado da casa.





Fonte: iBahia