Decoradora Carol Barroso dá dicas para não errar na hora de decorar a casa


Foto: Reprodução / Canva

Hoje em dia, com tantas opções de móveis, cores e texturas, decorar a casa pode ser uma tarefa muito divertida, mas não significa que seja fácil. Conforme as escolhas, o ambiente pode ficar desagradável, disfuncional ou até mesmo brega.

Erros comuns de decoração envolvem tons que não conversam uns com os outros e móveis em excesso.

De todo modo, para evitar que o seu lar fique com um aspecto cafona, confira as recomendações da decorada Carol Barroso.

Comprar uma peça sem considerar o todo é um problema frequente quando se trata de decoração de interiores. Segundo Carol, os itens e a mobília que dividem o mesmo espaço devem “conversar”, como se criassem uma conexão.

“Ter um estilo significar prover harmonia ao ambiente. Não componha o espaço aleatoriamente, isso não funciona”, destaca.

Foto: Divulgação

2) Excesso ou falta de cores

Na avaliação da influencer, cores neutras podem até ser elegantes, mas, se não houver uma boa composição, pode deixar o ambiente com um aspecto monótono. Por outro lado, indica que se deve tomar cuidado com o excesso de tons.

“Ambientes com muitas cores não transmitem a sensação de conforto. Um cômodo não pode ser tão diferente do outro, do contrário, não parece uma casa”, pontua.

Segundo Carol Barroso, um dos principais problemas decorativos é a desorganização dos ambientes. Isto é, em muitos casos, não se trata de móveis inadequados ou artigos em excesso, mas do modo como os itens são dispostos pelo cômodo.

“Deixar as coisas fora do lugar passa as sensações de desconforto e desleixo. Isso é tão ruim que, mesmo que a casa tenha paredes bonitas e móveis novos, fica com a atmosfera interna carregada”, explica a influencer. “Portanto, a dica é organizar, de modo que cada objeto tenha um canto para chamar de seu”, complementa.

Leia mais sobre Casa e Decoração em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias

 





Fonte: iBahia