Justiça concede liberdade provisória para motorista que provocou acidente com 3 mortes



Foto: Reprodução/TV Bahia e Bahia Acontece

A Justiça concedeu a liberdade provisória, mediante a aplicação de medidas cautelares para o motorista Petrônio Silva Souza, preso após dirigir alcoolizado e matar três pessoas em Jacobina, norte da Bahia. 

O motorista foi preso após perder o controle da caminhonete que conduzia, na tarde de 24 de dezembro, véspera de Natal. Ele invadiu uma loja de material de construção, na Rua Coronel Hermenegildo, bairro da Missão. 

Segundo o g1 Bahia, durante a audiência de custódia ficou decidido que o suspeito não pode dirigir qualquer veículo automotor. Além disso, não pode se ausentar da comarca por mais de 15 dias sem permissão do juiz. 

Petrônio também deve comparecer mensalmente no cartório criminal para justificar as atividades e pagar uma fiança de R$ 60 mil.

Ainda durante a audiência, o juiz decidiu pela obrigação do comparecimento a todos os atos de habeas corpus negado por Na última semana, o motorista teve pedido de habeas corpus negado por cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA).

Petrônio Silva foi denunciado pelo  Ministério Público da Bahia (MP-BA) por homicídio doloso. Uma nova audiência será marcada pela Justiça, e o acusado pode ir a júri popular.

Relembre o caso

Além das três mortes, o acidente deixou três pessoas feridas. Após realizar exame de bafômetro, foi constatada a embriaguez e o motorista foi preso em flagrante. 

Logo após o acidente, o homem saiu do veículo e urinou no estabelecimento comercial em que tinha atropelado as pessoas. A atitude causou revolta dos clientes e testemunhas.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias. 





Fonte: iBahia