Trisal do Paraná anuncia gravidez e viraliza na web: ‘uma família normal’



Foto: Reprodução/Redes Sociais 

O trisal Maria Carolina Rizola, 30, Douglas Queiroz, 33 e Klayse Marques, 34 resolveram expandir o amor e agora esperam um bebê, que será criado pelos três. De Londrina, no Paraná, o trisal viralizou nas redes sociais após fazer a revelação. 

Maria e Douglas estão juntos há 19 anos, e casados há mais de três, mas queria viver outras experiências. Foi nessa busca que encontraram Klayse e se apaixonaram por ela.

“Nós dois resolvemos ter outras experiências, mas sempre juntos. A gente tinha essa curiosidade. Foi aí que, no meio desse caminho, conhecemos a Kah (Klayse) por um aplicativo e saímos. Se apaixonar não era a nossa opção, porém aconteceu. Depois disso começamos a nos relacionar. Não temos ciúmes, temos muita confiança entre todos e muito amor”, conta Maria Carolina ao Uol.

Ela define o trisal como uma família normal e afirma que “não é só p******”. Os três iniciaram o relacionamento em setembro do ano passado e, um mês depois, passaram a compartilha a vida não monogâmica nas redes sociais. 

Na página do Instagram @meutrisal, eles compartilham todos os dias fotos para mais de 5 mil pessoas e tiram dúvidas dos seguidores. 

“O nosso relacionamento era aquele tradicional brasileiro. Um casal perfeito, de novela. A minha família foi a que menos gostou da novidade, principalmente porque sempre fui a filha certinha. A gente sempre recebe algumas críticas, mas, se ponderar, 99% das opiniões são positivas”, comenta Maria Carolina.

A gravidez foi um passo dado logo após a formação do trisal. Maria está no quinto mês da gestação e os três esperam um menino. Os cuidados serão divididos com Klayse, que também espera ser mãe e deseja viver a maternidade. 

“Eu era muito careta, mas tudo valeu a pena e estou muito feliz. Por muitos anos, achei que não queria ter filhos. Muita coisa mudou e por acompanhar a gravidez da Carol mais de perto, pensamos em ter mais filhos daqui pra frente”, diz Klayve.

Douglas fala que já ouviu muitas críticas, mas que não á atenção e tem coisas mais importantes para fazer.  “As pessoas falam: ‘Nossa, você é muito foda’, ‘Sempre vai ter dor de cabeça, com duas mulheres com TPM’. Eu não encaro dessa forma. Não foi nada forçado e o relacionamento partiu de todos os lados. Sou privilegiado e agora o presente sempre tem que ser dobrado”, brinca.

“A sociedade é muito hipócrita e preconceituosa. É compreensível o medo das pessoas. A vida é muito curta. As pessoas têm que se arriscar e se libertar. Ninguém cuida da minha vida. Ninguém me manda um Pix ou uma viagem para a Disney”, conclui Klayse.

Leia mais sobre Brasil em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias. 





Fonte: iBahia