Não confio nos meus liderados! E agora?


Não confio nos meus liderados, e agora? O que eu faço?

Se essas perguntas são familiares para você, então talvez este seja um bom momento para uma reflexão.

Afinal, não é nada agradável ter uma sobrecarga no trabalho devido ao fato de haver uma dificuldade em delegar tarefas e atividades para outras pessoas, concorda?

Por isso, convidamos você para acompanhar este conteúdo até o fim e assim saber mais sobre o tema. Vamos lá!

Não confio nos meus liderados, e agora?

“Nossa, eu não confio nos meus liderados, o que posso fazer diante disso?” 

Essa pergunta, na verdade, não tem uma única resposta pronta. Não existe nenhuma receita ou passo a passo “mágico” para solucionar esse problema. O que existe são medidas que podem minimizar os impactos dessa falta de confiança. Veja:

1. Conheça bem os seus liderados

Primeiramente, procure conhecer bem os seus liderados. Não tem como você confiar em uma pessoa que não se conhece, concorda? Por isso, comece a ter uma maior proximidade com quem trabalha ao seu lado.

Converse sobre o trabalho, sobre o futuro, sobre tudo que envolva a vida corporativa. Esse tipo de proximidade vai lhe ajudar a entender as habilidades profissionais de cada um, e isso é essencial para delegar e confiar.

2. Converse com eles sobre as tarefas demandadas

Além de se aproximar dos seus liderados, de uma forma mais geral, procure aproximar-se para saber mais sobre as tarefas demandadas. Certifique-se de que compreenderam o que deve ser feito, tire dúvidas, fale sobre os objetivos, metas e prazos, etc.

Tudo isso, inclusive, deve ser levado em conta no momento do feedback. Faça feedbacks mensais e um mais profundo anualmente, sempre pincelando fatores envolvidos com as tarefas demandadas.

Isso lhe deixará mais tranquilo e a par de tudo o que vem acontecendo.

3. Invista em treinamento e desenvolvimento

Traga opções de treinamento e desenvolvimento para os seus liderados. Afinal, não adianta dizer “não confio nos meus liderados” e simplesmente não fazer nada para agregar valor e fortalecer o lado profissional deles, concorda?

Por isso, foque e trazer esse tipo de treinamento para a rotina e, assim, construa uma equipe muito mais forte e bem preparada.

4. Mantenha a escuta ativa

A escuta ativa também deve ser sempre levada em conta. Por meio dela você conhece melhor os seus liderados, entende as angústias e limitações de cada um, e pode ajudá-los sempre que necessário.

Quanto mais nós nos acostumamos a escutar quem trabalha conosco, mais conhecemos cada um, desenvolvendo um relacionamento profissional sólido e consistente. Faça o teste e veja como isso pode lhe ajudar a confiar em cada um deles.

5. Simplesmente se desapegue

Desapegue-se daquela ideia de querer tudo perfeito e do jeito que você sonha! Desapegue-se do perfeccionismo e daquela visão de que só é bom quando você faz!

Isso pode ser difícil, mas é necessário. O desapego deve fazer parte das mais diversas esferas de nossas vidas. Considere isso e veja como esse tipo de ação pode lhe ajudar a parar de dizer “não confio nos meus liderados”. 😉

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Notícias Concursos