Tuca Fernandes fala sobre encontro com Irmã Dulce e pedido feito pela mãe a Santa



Foto: Bianca Andrade / iBahia

Embaixador das Obras Sociais Irmã Dulce, o cantor Tuca Fernandes tem uma relação com a Santa Dulce dos Pobres, que vai além do apoio a campanha para ajudar a OSID a sair da crise financeira de R$ 34 milhões.

Ao iBahia, o artista contou sobre sua conexão com a Santa. Tuca afirma que a devoção vem de família e seu primeiro encontro com Irmã Dulce aconteceu quando ele ainda era pequeno.

“Meus pais sempre foram muito apaixonados por Irmã Dulce. Tive o prazer de conhecer Irmã Dulce no final de 81, lembro que ela estava sentada com um balãozinho de oxigênio. Nunca esqueci desse dia, o olhar dela para mim foi algo incrível”, disse.

Tuca revela que na época do encontro, sua mãe pediu para que Irmã Dulce ajudasse ele a passar no vestibular, porque ele só queria saber de música.

“Minha mãe pediu para ela me ajudar ‘Ô Irmã Dulce, me ajude, meu filho tá aqui, ele só quer saber de música. Vai fazer vestibular agora, em janeiro de 82. Me ajude, peça a Santo Antônio pra me ajudar’. Ela perguntou o meu nome, e minha mãe disse Antônio Cesar. Ela disse ‘Você tá pedindo a mim? Peça a Antônio. Com um nome desse, você está pedindo a mim?'”, disse aos risos.

O artista fala que desde cedo aprendeu a colaborar com a OSID pela paixão dos pais. “Minha mãe encontrou Irmã Dulce limpando o banheiro e ficou surpresa. Dulce disse para ela ‘Tem que dar exemplo’, eu sempre me arrepio lembrando dessa história”.

Ao site, o artista afirma que a ‘lição’ passada de pais para filhos se tornou um prazer. “Eu fico feliz de ajudar a muitos anos e agora como Embaixador, é algo ainda mais especial. Eu como artista, nós que estamos aqui, como artistas, temos que expandir a ideia, usar a nossa voz e espalhar muito a campanha”.

Leia mais sobre Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias





Fonte: iBahia