A teoria da deriva continental: um resumo


A teoria da deriva continental: aquilo que você precisa saber

O termo “deriva continental” é usado para definir uma teoria sobre a formação dos continentes do planeta Terra.

O assunto é cobrado com muita frequência por questões de geografia, principalmente dentro dos vestibulares e da prova do ENEM.

Assim, para te ajudar na sua preparação, o artigo de hoje trouxe um resumo completo sobre a teoria da deriva continental. Vamos conferir!

A teoria da deriva continental: introdução

A teoria da deriva continental, também denominada de teoria do deslocamento continental, foi criada pelo geólogo alemão Alfred Wegener, na primeira década do século XX. O principal objetivo de Wegener era elaborar uma tese sobre o processo de formação dos continentes do planeta Terra, que, segundo o estudioso, formavam uma única massa antigamente.

A teoria da deriva continental: características

A teoria elaborada por Wegener foi capaz de chegar à conclusão de que os continentes do mundo estiveram, um dia, todos unidos em uma única massa e que a formação dos mesmos como os conhecemos hoje aconteceu por meio de um lento deslocamento sobre as bacias do oceano.

Devemos nos lembrar de que a teoria da deriva continental, como seria posteriormente denominada a tese de Wegener, não foi aceita pela comunidade acadêmica na primeira apresentação em 1912. Ela seria aceita somente na década de 60, com o avanço das tecnologias dentro da área da geologia. 

A teoria da deriva continental: a Pangeia

Em sua tese, Wegener afirmava que, nos primórdios da humanidade, um continente único existia e era banhado por um super-oceano. O continente foi nomeado de Pangeia e o oceano que o circulava de Pantalassa. Segundo ele, a divisão aconteceu durante mais de 250 milhões de anos e por meio deslocamento das placas continentais à deriva, causando divisões.

As divisões provocariam a formação de dois continentes, denominados de Laurásia e Godwana. Posteriormente, esses também se dividiram e formariam os continentes como os conhecemos hoje.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Notícias Concursos