Poupança: defina metas dentro de um planejamento faseado e flexível


A poupança pode ser resultado de um processo financeiro faseado e flexível. Confira dicas para o seu planejamento!

Poupança: defina metas dentro de um planejamento faseado e flexível

É comum que muitas pessoas abdiquem da poupança, pois não podem direcionar um valor fixo para essa finalidade. Entretanto, você pode elaborar uma poupança de forma sucinta e objetiva, destacando suas metas em curto, médio e longo prazo.

Mapeie suas finanças pessoais

Para isso, você pode fazer um mapeamento de suas finanças atuais, considerando seus custos fixos e variáveis. Você pode utilizar uma ferramenta própria para gestão, como o Trello.

Além disso, é importante que você defina metas para o curto, médio e longo prazo, porém, as suas metas iniciais devem ser focadas nos seus hábitos; já que, primeiramente, você deve modificar hábitos que sejam nocivos financeiramente.

Faça trocas econômicas 

Por exemplo, você pode trocar um cartão de crédito comum por um cartão isento de tarifas, considerando que as fintechs oferecem serviços bancários com isenção de taxas para o cliente final. Dessa forma, você não estará abdicando do serviço e estará gerando economia na sua rotina.

Poupe todos os valores economizados

Dentro do conceito da poupança como o resultado de um processo pessoal, é importante que você guarde os valores economizados. Provavelmente, você irá guardar valores baixos.

No entanto, o seu foco não deve ser no valor monetário, e sim na frequência com que realiza tais depósitos. Haja vista, o reforço positivo que essa visualização traz ao seu relacionamento com suas finanças pessoais.

Refaça o seu processo periodicamente

Posteriormente, você poderá modificar seu plano e definir metas fixas e valores mais elevados. No entanto, é muito importante que você tenha clareza de quais são seus hábitos que prejudicam o seu planejamento para que você possa moldá-los, ainda que o seu fluxo pessoal ocorra de forma não linear.

Não abdique de controlar suas finanças

Por isso, não abdique desse controle, já que ao abdicar de controlar suas finanças, você apenas deixa de controlar algo que já está ocorrendo na sua rotina. Portanto, é importante que você faça o seu planejamento de maneira que considere suas particularidades e modifique seus hábitos de modo faseado.

Não se cobre excessivamente

Dessa maneira, você estará construindo uma relação positiva com o seu fluxo financeiro e estará evitando que a poupança se torne um conceito de autocobrança; já que esse conceito negativo pode fazer com que abandone todo o seu processo.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Notícias Concursos