As inscrições para a próxima edição do ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, já começaram. Dessa maneira, os estudantes já querem saber como se preparar da melhor forma para enfrentar a prova.

Todos nós sabemos que a redação do ENEM é uma das partes mais importantes da prova, uma vez que o desempenho do candidato na prova irá impactar de forma decisiva a pontuação final no ENEM.

Dessa forma, para te ajudar, o artigo de hoje trouxe um resumo com algumas dicas sobre aquilo que você não deve fazer na redação do ENEM 2023. Confira!

Fugir da estrutura dissertativo-argumentativa

Tenha em mente que, na prova do ENEM, todos os candidatos devem escrever um texto do tipo de tipo dissertativo-argumentativo. Dessa forma, caso você escreva a sua redação usando outro tipo de texto, você será penalizado e poderá perder muitos pontos.

Generalizar uma informação

Generalizar uma informação na prova de redação do ENEM pode ser muito perigoso, uma vez que na maioria das situações um elemento pode ser uma exceção que foge da regra geral.

Dessa forma, não use palavras generalizadoras ao longo do seu texto, especialmente no desenvolvimento. Algumas palavras que devem ser evitadas são: “nunca”, “ninguém”, “sempre” e “todos”.

Copiar trechos prontos

A sua redação do ENEM deve ser um texto totalmente original. Dessa maneira, se você realizar a cópia de qualquer tipo de texto que já esteja pronto, você irá perder muitos pontos.

Um erro comum de muitos estudantes é copiar trechos dos textos de apoio do ENEM. Em todas as edições, o ENEM traz 2 ou 3 textos de apoio na prova de redação.

Porém, esses textos devem funcionar somente como ferramentas de auxílio para os candidatos, ajudando-o a basear as suas ideias. Assim, nunca copie trechos dos textos de apoio na sua redação.


Você também pode gostar:

Ficar sem tempo

Um erro muito comum cometido pelos estudantes no ENEM é resolver as questões primeiro e deixar a redação por último. O problema é que a maioria dos estudantes que usa essa estratégia acaba ficando sem tempo suficiente para escrever a redação.

Tenha em mente que escrever a redação do ENEM não é uma tarefa fácil. Você irá precisar de um certo tempo para conseguir criar um bom planejamento para o seu texto e para finalmente começar a redigi-lo.

Dessa forma, nunca deixe a sua redação por último no ENEM, uma vez que isso irá comprometer a qualidade do seu texto. Tente dividir o seu tempo de forma estratégica na prova para conseguir escrever um bom texto.

Usar a primeira pessoa do singular

Na redação do ENEM, os candidatos devem expor os próprios argumentos de maneira impessoal, ou seja, sem usar a primeira pessoa do singular (eu). 

Dessa forma, é importante que você evite expressões pessoais, como: “eu acho”, “eu acredito”, “eu defendo”. O uso das mesmas poderá provocar a perda de pontos.

Usar linguagem informal

Lembre-se de que o tipo de português usado para escrever o texto também será avaliado na prova do ENEM.

Dessa forma, nunca use linguagem informal na sua redação. Evite, por exemplo, o uso de gírias e de outros tipos de expressões que fazem parte da linguagem coloquial.

Fugir do tema proposto

Um dos principais motivos que prejudica a nota dos candidatos na redação do ENEM é a fuga do tema.

Tenha em mente que o tema proposto pela prova redação do ENEM deve ser seguido. Evite inserir elementos externos e que não fazem parte da linha temática da prova no seu texto.

Se, por exemplo, o tema proposto o tema proposto é “ O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”, como na edição de 2020, tenha em mente que alguma palavras-chave (ou sinônimos) da linha temática devem estar presentes no seu texto. Ao longo da sua redação, você deverá mencionar:

  • As doenças mentais;
  • A situação das doenças mentais na sociedade brasileira;
  • O estigma associado às doenças mentais no Brasil.

Dessa forma, você não deve, por exemplo, argumentar sobre outros tipos de doenças ou sobre o tipo de tratamento dado às doenças mentais em outros países.

Deixe seu comentário no final da página.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Notícias Concursos