‘Ela não está com fome’: Mayra Bueno Silva ‘grande fã’ de Amanda Nunes, mas escolheu Irene Aldana para vencer no UFC 289


Amanda Nunes abriu como grande favorita para manter seu cinturão peso-galo do UFC no UFC 289, quando enfrentará Irene Aldana na Rogers Arena em Vancouver, British Columbia, mas a também brasileira Mayra Bueno Silva prevê uma reviravolta no Canadá.

“Sou um grande fã da Amanda, sério”, disse Silva no episódio desta semana do podcast MMA Fighting Trocação Franca. “Sou muito fã da Amanda, acho que ela conquistou tudo e venceu todos de uma forma inacreditável, todas as ex-campeãs, mas acho que ela não está mais na mesma vibe. Ela vai ser mãe de novo, tem dois cinturões, e acho que está mais perto da aposentadoria. Com o México em alta no UFC agora, acho que Aldana vence.”

Aldana tem sólidas habilidades de boxe e finalizou Yana Santos e Macy Chiasson por nocaute para receber a chamada para substituir Julianna Peña e desafiar “A Leoa”. Não é por isso que Silva a vê destronando Nunes na próxima semana.

“Acho que ela não está com fome”, disse Silva sobre a rainha das duas divisões. “Acho que ela está focada na família, tem um bebezinho a caminho. Acho que é falta de fome, porque dificilmente a Amanda seria derrotada por alguém nessa categoria. Ela provou isso.”

Agora treinando no American Top Team na Flórida, ingressando na academia logo após a saída de Nunes, Silva está escalado para a luta principal do UFC Vegas 77 contra a ex-campeã Holly Holm em 15 de julho. Egger e Lina Lansberg, “Sheetara” sente que uma vitória pode colocá-la na disputa por Nunes.

Silva prefere não pensar nisso, porém, e espera ganhar uma chance pelo ouro do UFC antes que Nunes se afaste do esporte.

“Vencer Nunes é um desafio gigantesco não só para mim, mas para todas as meninas da divisão”, disse Silva. “Amanda já é a maior de todos os tempos, goste ou não, mas se Amanda se aposentar agora, seria muito triste para todos os novatos que ainda não lutaram com ela, como eu e Ketlen. [Vieira]. Entrar no octógono com a Amanda seria uma experiência absurda, e vencer a que já venceu todo mundo faria de mim o que venceu todo mundo [laughs].”



Fonte: mma fighting