LIBERADA a lista de brasileiros que têm DINHEIRO EXTRA para receber AGORA! Confira seu CPF


Notícia positiva para os cidadãos brasileiros. Isso envolve a chance de reaver uma porção dos R$ 7,178 bilhões em fundos que foram “deixados de lado” nos estabelecimentos financeiros. Os detalhes desse dinheiro extra provêm das estatísticas referentes a junho do Sistema de Valores a Receber (SVR), divulgadas pelo Banco Central (Bacen).

O montante do dinheiro extra apresenta semelhanças com o registro do mês precedente. Este indicava que R$ 7,123 bilhões ainda se encontravam acessíveis por intermédio desse sistema.

Valores esquecidos acumula bilhões

Primeiramente, é crucial ressaltar que a maioria dos montantes a serem reembolsados à sociedade encontra-se armazenada nas instituições financeiras. O valor totaliza R$ 4,228 bilhões. Em sequência, acumulam-se R$ 2,119 bilhões nos gestores de grupos de consórcio e, para concluir, R$ 627,852 milhões estão acessíveis através das associações cooperativas.

Conforme os dados fornecidos pelo Banco Central, 63,07% do público que detém fundos “esquecidos” nos bancos poderia recuperar quantias de até R$ 10. Ao passo em que aproximadamente 25% têm a chance de reaver entre R$ 10,01 e R$ 100, outros 10,18% podem requerer a restituição de valores entre R$ 100,01 e R$ 1.000. No que tange a montantes superiores a R$ 1.000,01, o percentual corresponde a 1,77%.

Até junho, a população recuperou R$ 4,432 bilhões, beneficiando 14,475 milhões de indivíduos físicos e 571,808 mil empreendimentos. Somente durante esse mês, foi restituída a quantia de R$ 229 milhões aos cidadãos brasileiros.

Sobre o sistema que mostra o dinheiro extra esquecido pelos brasileiros

No começo de 2022, o Banco Central introduziu o Sistema de Valores a Receber (SVR). Naquela época, a entidade buscava facilitar a recuperação de montantes que foram negligenciados em bancos, bem como outras organizações de pagamento e financeiras.

Após um começo tumultuado, provocado pela alta procura por esses recursos, a segunda etapa do sistema, originalmente planejada para maio, teve seu prazo prorrogado devido a uma greve dos trabalhadores no ano anterior. A acessibilidade ao SVR foi regularizada em março deste ano.

LIBERADA a lista de brasileiros que têm DINHEIRO EXTRA para receber AGORA! Confira seu CPF
Os valores esquecidos nos bancos chegam a R$ 7 bilhões – Imagem: Canva


Você também pode gostar:

Como resgatar o saldo esquecido?

Para analisar a existência de fundos a serem recuperados em estabelecimentos bancários, o cidadão deve acessar o endereço eletrônico oficial, pertencente ao Banco Central. No sítio, os procedimentos são descomplicados: basta clicar na opção “Verifique a presença de montantes a receber”, inserir as informações pertinentes e, então, escolher a alternativa “Consultar”.

Após confirmar a existência do dinheiro extra a resgatar, clique em “Acesse o SVR”. Assim, você será redirecionado à página de login no portal gov.br.

É vital destacar, entretanto, que, para acessar os fundos do usuário (indivíduo físico) ou de indivíduos falecidos, a conta gov.br deve estar categorizada como prata ou ouro. Se a conta for bronze, é suficiente utilizar o app gov.br, selecionar “elevar categoria” e efetuar a validação.

Para acessar valores de pessoa jurídica, é requerido que a conta esteja associada ao correspondente CNPJ. Não importa o vínculo, mas há a exceção da categoria “Colaborador”.

No sistema, o usuário terá um intervalo de 30 minutos à disposição. Ele optará pela alternativa “Meus Valores a Receber”. Posteriormente, deverá ler e confirmar o “acordo”. Na tela subsequente, aparecerá o dinheiro extra a ser recebido, o nome e detalhes de contato da instituição responsável pela restituição, assim como a natureza (gênero) do montante.

O usuário deve clicar em “requerer por esta via”. Após isso, selecione uma chave PIX, momento no qual a instituição restituirá o montante em um prazo de até 12 dias úteis. Não necessariamente por meio de PIX (pode ser efetuada TED ou DOC). Lembre-se de preservar o número de protocolo.

Como resolver problemas na plataforma?

Por último, se a escolha de optar pela chave PIX não se apresentar como uma possibilidade, o indivíduo possui a geração de uma chave em uma organização bancária. Posteriormente, basta regressar ao sistema com o objetivo de fazer uma nova tentativa de requerer o montante.

Caso contrário, o usuário deve estabelecer comunicação diretamente com a entidade financeira. Ele pode fazer isso através dos números telefônicos ou endereços de e-mail disponibilizados na plataforma, a fim de coordenar o procedimento de devolução.

Participe da Comunidade no Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Siga o Notícias Concursos no Google News e receba novidades sobre Benefícios Sociais, Concursos, Empregos, Dicas e muito mais.





Mais Lidas da Semana



Ainda com dúvidas? Só perguntar abaixo ou deixe seu comentário no final da página!



Fonte: Notícias Concursos