MÊS DOS PAIS! Bolsa Família já foi ANTECIPADO pelo Governo LULA?


O Programa Bolsa Família é um dos principais programas sociais do Brasil, que tem como objetivo fornecer suporte financeiro às famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Criado em 2003, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o programa tem desempenhado um papel crucial no combate à pobreza e na redução das desigualdades no país.

Os Benefícios do Bolsa Família

O programa é composto por seis modalidades de benefícios, que variam de acordo com a situação de cada beneficiário. Esses benefícios são:

  1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): É o valor per capita pago a cada pessoa da família. Atualmente, o valor médio desse benefício é de R$ 142.
  2. Benefício Complementar (BCO): É um valor adicional pago às famílias cuja soma dos benefícios não atinge R$ 600, garantindo que todas as famílias recebam pelo menos esse valor.
  3. Benefício Primeira Infância (BPI): É um acréscimo de R$ 150 por criança com idade entre zero e sete anos incompletos.
  4. Benefício Variável Familiar (BVF): É um adicional de R$ 50 destinado a gestantes e crianças e adolescentes com idade entre 7 e 18 anos incompletos.
  5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): É um acréscimo de R$ 50 para cada membro da família com até sete meses incompletos (nutriz). O pagamento desse benefício terá início em setembro.
  6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): É válido para casos específicos, garantindo que nenhum beneficiário receba menos do que recebia no programa anterior (Auxílio Brasil). O pagamento do BET será realizado até maio de 2025.

A Abrangência do Programa

No mês de julho, o benefício médio atingiu R$ 684,17, beneficiando cerca de 20,9 milhões de famílias em todo o país e totalizando aproximadamente R$ 14 bilhões em recursos. Desde março, o programa passou a abranger famílias com renda de até R$ 218 por pessoa, aumentando a renda mínima para ingresso no Bolsa Família. Anteriormente, a faixa de pobreza era de até R$ 210 por pessoa.

Além disso, para ser elegível ao Bolsa Família, as famílias devem cumprir algumas condições nas áreas de saúde e educação. Essas condições incluem a exigência de frequência escolar para crianças e adolescentes entre quatro e 17 anos, realização do acompanhamento pré-natal para gestantes, acompanhamento nutricional (peso e altura) das crianças até sete anos e seguimento do calendário nacional de vacinação. É importante informar a condição de beneficiário do programa ao matricular a criança na escola e vaciná-la no posto de saúde.

O Calendário de Pagamentos

O Bolsa Família possui um calendário de pagamentos que segue um cronograma específico. Os pagamentos são realizados nos dez últimos dias úteis de cada mês. Portanto, para o mês de agosto, as famílias podem começar a receber a partir do dia 18, de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social).

Confira o calendário oficial de repasses do Bolsa Família para o mês de agosto:


Você também pode gostar:

NIS Final Data de Pagamento
1 18 de agosto
2 21 de agosto
3 22 de agosto
4 23 de agosto
5 24 de agosto
6 25 de agosto
7 28 de agosto
8 29 de agosto
9 30 de agosto
0 31 de agosto

 

Vale ressaltar que os brasileiros atendidos pelo Auxílio Gás também recebem o benefício neste mês, seguindo o mesmo cronograma de pagamentos.

Os Benefícios Disponibilizados

Os benefícios disponibilizados pelo Bolsa Família são essenciais para garantir o bem-estar das famílias beneficiárias. De forma simplificada, os benefícios são os seguintes:

  1. Benefício Per Capita: O valor médio é de R$ 142 por pessoa.
  2. Benefício Primeira Infância: Um adicional de R$ 150 por criança menor de sete anos de idade.
  3. Benefício Variável Familiar: Um adicional de R$ 50 para crianças e jovens com idades entre sete e 18 anos.
  4. Benefício para Gestantes: Um adicional de R$ 50 para gestantes.
  5. Benefício para Lactantes: Um adicional de R$ 50 para cada membro da família com até sete meses incompletos.

Esses benefícios são fundamentais para garantir o acesso a alimentos, saúde e educação adequados para as famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O Papel do Governo Lula

O governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve um papel fundamental na criação e expansão do programa Família Bolsa. Lançado em 2003, durante seu primeiro mandato, o programa se tornou uma das principais políticas públicas de combate à pobreza e à desigualdade social no Brasil.

Ao longo dos anos, o programa passou por diversas atualizações e ampliações, buscando alcançar um número cada vez maior de famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. O compromisso do governo Lula com a redução da pobreza e a promoção da inclusão social fez do Família Bolsa um dos programas mais importantes da história do país.

Participe da Comunidade no Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Siga o Notícias Concursos no Google News e receba novidades sobre Benefícios Sociais, Concursos, Empregos, Dicas e muito mais.





Mais Lidas da Semana



Ainda com dúvidas? Só perguntar abaixo ou deixe seu comentário no final da página!



Fonte: Notícias Concursos