O erro do apresentador Colin Cowherd sobre o falecido Dwayne Haskins: ‘Ele não está ganhando um Super Bowl’


Oem 9 de abril de 2022, Dwayne Haskins, do Pittsburgh Steelers, faleceu tragicamente depois de ser atropelado por um caminhão na rodovia. A terrível notícia encheu todas as manchetes e chegou a todos os cantos do mundo. Mas famoso ‘A manada‘ hospedar Colin Cowherd parece não se lembrar de nada do que aconteceu. Quer tenha sido um erro de um dos membros de sua equipe ou seu próprio erro, Cowherd mencionou Haskins dentro de uma lista dos 20 melhores zagueiros que nunca vencerão um Super Bowl. Nem mesmo quando mencionou o nome do zagueiro falecido Colin percebeu que estava nomeando alguém, ele continuou a esquete e até tentou se manter engraçado. Até agora, ainda não houve um pedido de desculpas ou uma explicação do anfitrião.

Colin Cowherd ainda não corrigiu o erro

Quanto mais Colin Cowherd demorar para se desculpar publicamente, pior será a situação para ele. Durante o erro, Cowherd até parou um pouco para apontar um erro nos gráficos que estavam sendo mostrados ao público. Aqui está o que ele disse: “E então a terceira categoria é de 20 caras que não estão chegando ao Super Bowl e certamente não o vencerão. E isso é todo mundo. De Baker Mayfield, Teddy Bridgewater, Dwayne Haskins, caras que simplesmente não estão. Sim , diz que pode ganhar Super Bowls, NÃO PODE. Portanto, seis estrelas, quatro estrelas de ponta que não podem ganhar um Super Bowl “, disse Colin sem perder o ritmo. Os fãs ficaram furiosos com ele por esse erro.

O nível de dor que a família Dwayne Haskins sofreu desde que a tragédia os atingiu não pode ser colocado em palavras. Quando chegou ao Steelers, Haskins estava prestes a competir pela posição de QB titular depois que Ben Roethlisberger decidiu se aposentar. ‘The Herd’ ainda não abordou esse erro, mas provavelmente o fará, assim que encontrar a maneira adequada de abordá-lo. Melhor fazer isso rápido ou Colin Cowherd será cancelado muito rapidamente. Não há como ele se safar sem pelo menos abordar a situação.





Fonte: Jornal Marca