ATENÇÃO para CONVOCAÇÃO urgente sobre CADÚNICO: você corre RISCO


Saiu uma convocação importante para os cadastrados no CadÚnico do Governo Federal. Aqueles que estão inscritos e não seguirem as diretrizes correm o risco de perder alguns dos benefícios sociais mais relevantes atualmente. No momento, muitos brasileiros dependem desses benefícios governamentais para pagar contas, quitar dívidas e sustentar suas famílias.

O CadÚnico é a base de dados mais essencial para a concessão de diversos benefícios, como o Bolsa Família, Vale-Gás e outros. Portanto, leia atentamente o que apresentaremos abaixo para evitar a perda dos seus pagamentos mensais. Além disso, confira todas as informações necessárias sobre a nova convocação do governo.

Quantos cadastrados tem o Cadastro Único?

Antes de tudo, é importante termos uma visão completa da situação atual do CadÚnico, incluindo o número total de beneficiários. Portanto, surge a pergunta: quantos cadastrados existem em 2023?

Segundo o levantamento mais recente do Governo Federal, divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, mais de 100 milhões de brasileiros estão registrados na base de dados. No entanto, nem todos esses cadastrados recebem os benefícios do governo. Para efeito de comparação, o Bolsa Família é pago mais de 25 milhões de pessoas todos os meses.

O Cadastro Único não apenas determina a lista de beneficiários de alguns dos principais programas de assistência social, mas também fornece um retrato da população brasileira. Isso porque ele identifica as regiões com maior necessidade de recursos governamentais.

Governo convoca os brasileiros do CadÚnico

Recentemente, o Governo Federal fez uma convocação importante aos cadastrados no CadÚnico. De acordo com a mensagem da União, os beneficiários de programas sociais que não atualizarem os dados por mais de 2 anos podem perder os pagamentos mensais.

É fundamental lembrar que o registro deve ser atualizado obrigatoriamente a cada 24 meses. Além disso, os dados também devem ser atualizados sempre que houver alterações significativas nas famílias, como:


Você também pode gostar:

  • Nascimentos;
  • Óbitos;
  • Casamentos;
  • Mudanças de endereço;
  • Mudanças na faixa de renda;
  • Entre outros.

Portanto, a atualização do CadÚnico é essencial para todos os beneficiários de programas sociais que desejam continuar recebendo os pagamentos do governo.

A convocação também destaca um ponto importante. Ao atualizar o registro, os cadastrados devem incluir uma cópia de um documento original com foto do representante familiar (que normalmente é uma mulher).

Portanto, se você não atualiza seu CadÚnico há algum tempo, é recomendável seguir o passo a passo que apresentaremos abaixo. Assim, não perderá benefícios como o Bolsa Família e o Vale-Gás.

ATENÇÃO para CONVOCAÇÃO urgente sobre CADÚNICO: você corre RISCO
É preciso atualizar o cadastro para não ter o benefício cancelado – Imagem: Adobe Stock

Como os registrados podem atualizar o CadÚnico?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que a atualização é realizada principalmente de forma presencial. Somente as famílias que não tiveram nenhuma alteração nos últimos 24 meses podem atualizar as informações pela internet.

Nesses casos, atualizar o CadÚnico se dá por meio dos canais oficiais de atendimento do Governo Federal. Mesmo as famílias que atualizam pela internet podem ser convocadas para confirmar as informações pessoalmente, caso ocorram inconsistências nos dados.

Sem mais demora, veja abaixo o passo a passo completo para 2023:

  • Use um mecanismo de busca para localizar a unidade do Centro de Referência de Assistência Social mais próxima de sua residência;
  • No site oficial do CRAS, verifique se é necessário agendar o atendimento na unidade em questão;
  • Se for necessário, utilize o site oficial para agendar o atendimento;
  • Caso não seja necessário, compareça o mais rápido possível ao local de atendimento;
  • No CRAS, informe ao atendente que deseja atualizar o seu CadÚnico;
  • Apresente a seguinte documentação (sua e de todos os membros da família): certidão de nascimento, certidão de casamento (se houver), título de eleitor, certidão administrativa de nascimento do indígena (apenas para beneficiários indígenas), CPF, carteira de identidade (RG), comprovante de residência atualizado, carteira de trabalho;
  • Como mencionado anteriormente, de acordo com as novas regras do CadÚnico, também é necessário apresentar uma cópia de um documento original com foto do representante familiar (como a carteira de identidade ou a carteira de motorista);
  • Aguarde a análise do atendente;
  • Se todos os documentos estiverem corretos, o seu CadÚnico será atualizado e você poderá continuar recebendo os principais benefícios sociais do Governo Federal.

Siga o Notícias Concursos no Google News e receba novidades sobre Benefícios Sociais, Concursos, Empregos, Dicas e muito mais.

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos