Bem-vindo à NBA: Filip Petrusev negociou depois de jogar apenas três minutos!


Filip Petrusev já disputou tantos jogos na NBA quantas vezes foi negociado: um. O central sérvio, de 23 anos e 2,11 metros, foi incluído na lista James Harden trade e a partir de agora ele jogará pelo Clippers de Los Angeles. Seu tempo com o Filadélfia 76ers foi um dos mais fugazes da memória recente. Ele jogou apenas 2:41 antes de ser negociado.

O jogador dos Balcãs disputou o último jogo do franquiauma vitória confortável sobre o Blazers, e só teve a chance de pegar um rebote. Nada mais. Filadélfia mal teve a chance de testá-lo. Ele participou da Summer League, embora tenha jogado apenas duas partidas, com média de 21,8 minutos, 12,5 pontos, 4,5 rebotes e 2,5 bloqueios.

Petrusev cresceu nas fileiras juvenis de estrela Vermelha e Partidário antes de assinar Bascônia aos 14 anos. Passou duas temporadas em Vitória antes de partir para os Estados Unidos, onde continuou seus estudos em diversas escolas de ensino médio. Na hora de escolher a universidade, optou por Gonzaga, onde obteve médias de 17,5 pontos e 7,9 rebotes nos dois anos em que permaneceu lá.

O pesadelo de Halloween de James Harden: Michael Myers na multidãoParker Johnson

Número 50 do rascunho

Em 2021, o centro foi elaborado pelo Seis com a 50ª escolha. Ele decidiu voltar para casa para iniciar sua carreira profissional. Ele assinou para Mega Cesta e então para Anadolu Efes, com quem se sagrou campeão da Euroliga, ainda que de forma limitada. Na temporada passada ele foi uma das adições mais comentadas do estrela Vermelhacom quem teve médias de 10,7 pontos, 5,2 rebotes e 12,6 de valorização.

No verão, ele decidiu dar o salto para a NBA tentando conquistar um lugar nos Sixers, à sombra do Joel Embiid. Tarefa difícil ser um dos substitutos do atual MVP da temporada. Ele durou um jogo na Filadélfia antes de fazer as malas para o outro lado dos Estados Unidos e voar para Los Angeles. Petrusev acaba de chegar na melhor liga do mundo, mas já sabe em primeira mão como funciona.





Fonte: Jornal Marca