quem tem direito e como se cadastrar?


O Bolsa Família é um programa do Governo Federal que tem como objetivo principal a transferência de renda para famílias em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade social. Por meio dele, o governo busca reduzir a vulnerabilidade dos brasileiros e garantir uma mínima condição de subsistência para as famílias beneficiadas.

Quem tem direito ao Bolsa Família?

Para ter direito ao Bolsa Família, é necessário que a renda familiar seja igual ou inferior a R$218,00 por pessoa. Além disso, é importante que a família atenda a outros requisitos.

Um exemplo de como funciona o cálculo da renda familiar para o Bolsa Família é o seguinte: se o responsável pela renda da família ganha o salário mínimo, que atualmente é de R$1.320,00, e a família possui 7 dependentes, o valor dividido entre cada integrante seria de R$188,57.

Além da renda familiar, o programa também monitora a situação escolar dos dependentes declarados na solicitação do benefício. Um dos requisitos para receber o Bolsa Família é que as crianças e adolescentes estejam frequentando regularmente a escola.

Como se cadastrar no Bolsa Família em 2023?

Para se cadastrar no Bolsa Família em 2023, é necessário realizar o pré-cadastro no Cadastro Único (CadÚnico). Essa etapa pode ser feita pela internet, por meio de um site/aplicativo chamado MOPS, lançado pelo Governo Federal. No MOPS, é possível verificar qual é o posto de atendimento mais próximo da sua casa ou trabalho.

No momento do cadastro, é importante ter em mãos alguns documentos, tanto do solicitante quanto dos demais membros da família. Os documentos necessários incluem:

Documentos necessários para o cadastro no Bolsa Família:


Você também pode gostar:

  • Solicitante:
    • Documento com foto (RG ou CNH);
    • Título de eleitor ou CPF;
    • Comprovante de endereço;
    • Comprovante de tutela (documento de guarda ou outros documentos que comprovem a tutela do dependente declarado).
  • Demais familiares:
    • Documento com foto (RG);
    • CPF;
    • Certidão de nascimento, certidão de casamento;
    • Carteira de trabalho (quando houver).
  • Outros documentos importantes:
    • Comprovante de vacinação;
    • Comprovante de matrícula e frequência escolar dos dependentes;
    • Comprovante de acompanhamento pré-natal, no caso de gestantes.

Após o cadastro, é necessário comparecer a um posto da assistência social, prefeitura ou outro órgão público para passar por uma entrevista. Essa entrevista serve para confirmar as informações presentes nos documentos apresentados e não é necessário levar toda a família, apenas o solicitante pode comparecer e levar os documentos de cada um dos dependentes.

A partir da entrevista, caso ainda não tenha sido feito, o solicitante receberá o NIS, que é o número de cadastro para cidadãos que já recebem algum benefício social.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2023

O calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2023 é baseado no NIS (Número de Identificação Social). Os benefícios são pagos de acordo com o último número do registro do NIS.

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família para outubro de 2023:

  • Usuários com NIS final 1:  18 de outubro (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final  2:  19 de outubro  (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final  3: 20 de setembro (sexta-feira);
  • Usuários com NIS final  4: 23 de outubro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final  5:  24 de outubro (terça-feira);
  • Usuários com NIS final  6:  25 de outubro  (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final  7:  26 de outubro (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final  8:  27 de outubro (sexta-feira);
  • Usuários com NIS final  9: 30 de outubro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final  0:  31 de outubro (terça-feira).

É importante ficar atento ao calendário de pagamentos, pois o valor do benefício é depositado de acordo com a data correspondente ao último número do NIS.

 Pré-cadastro no Cadastro Único

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal que tem como objetivo principal a transferência de renda para famílias em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade social. Para se cadastrar no programa, é necessário atender aos requisitos de renda familiar e também realizar o pré-cadastro no Cadastro Único.

O programa também monitora a frequência escolar dos dependentes, garantindo que as crianças e adolescentes estejam frequentando regularmente a escola. O calendário de pagamentos do Bolsa Família é baseado no NIS e é importante ficar atento às datas de pagamento.

O Bolsa Família é uma importante iniciativa do governo para reduzir a desigualdade social e garantir uma mínima condição de subsistência para as famílias vulneráveis. É fundamental que as famílias que se enquadram nos critérios de elegibilidade busquem o cadastramento e aproveitem os benefícios oferecidos pelo programa.

google news noticias concursosgoogle news noticias concursos

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos