Urgente! A mais recente etapa do Desenrola alcançou R$ 1 bilhão em economia em apenas 10 dias


O governo federal lançou a plataforma digital Desenrola Brasil, com a promessa de estimular o consumo e possibilitar que milhares de pessoas recuperem sua capacidade de crédito.

Em um prazo surpreendentemente curto de apenas dez dias, o Desenrola Brasil já alcançou a marca impressionante de R$ 1,03 bilhão em descontos concedidos sobre as dívidas renegociadas, conforme anunciado pelo Ministério da Fazenda.

Assim, o sucesso da plataforma é evidenciado pelo pico de 50 mil usuários simultâneos, todos em busca de uma saída para a inadimplência.

Esta fase atual do Desenrola Brasil do governo tem como foco as pessoas que recebem até dois salários mínimos, ou seja, até R$ 2.640.

Para esse segmento, o acesso ao crédito desempenha um papel fundamental na capacidade de consumo, tornando essa iniciativa especialmente relevante.

Além disso, os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) também podem se beneficiar da plataforma, renegociando suas dívidas com bancos, cartões de crédito, varejistas e empresas de serviços públicos, como concessionárias de luz, água e telefonia, entre outros.

Aqueles que possuem dívidas de até R$ 5 mil recebem ofertas de descontos para quitação à vista ou em parcelas que podem se estender por até 60 meses, com taxas de juros que não ultrapassam 1,99% ao mês.

Já as dívidas no intervalo entre R$ 5 mil e R$ 20 mil também podem ser renegociadas pelo Desenrola Brasil, mas apenas com opção de pagamento à vista.

Enfim, para obter informações detalhadas sobre como aproveitar esse programa e suas vantagens, confira o texto abaixo.


Você também pode gostar:

Desenrola Brasil oferece descontos significativos de até 96%

Desenrola BrasilDesenrola Brasil
Desenrola Brasil alcançou a marca de 1 bilhão dívidas renegociadas em apenas 10 dias do lançamento da plataforma do programa para Faixa 1. Imagem: Portal Vermelho.

Nos primeiros dias de implementação do programa Desenrola Brasil, os beneficiários destacam-se como representantes do potencial transformador da iniciativa, alinhada ao objetivo central do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que é reabilitar a capacidade de consumo das famílias mais vulneráveis.

Segundo dados do Banco Central, em julho, o endividamento das famílias registrou uma queda significativa, atingindo 47,8%, em comparação aos 50,1% do mesmo período no ano anterior.

Este progresso também se reflete no comprometimento da renda com dívidas, que foi de 27,6% no mês mencionado.

Uma análise mais aprofundada revela que as dívidas mais expressivas estão concentradas no rotativo do cartão de crédito, conforme apontado pelo balanço da Fazenda.

Até o momento, 654 empresas endividadas optaram por oferecer descontos durante a fase de leilões do Desenrola Brasil, tanto em dívidas bancárias quanto não bancárias.

De maneira impressionante, a média de descontos concedidos foi de 83%, evidenciando a abrangência e o impacto positivo do Desenrola Brasil.

Destaca-se, ainda, um lote específico relacionado ao cartão de crédito, que apresentou um notável abatimento de 96%.

A expectativa otimista da equipe econômica é notável. Dessa forma, eles visam limpar o nome de até 32,3 milhões de consumidores.

Proporcionando assim não apenas alívio financeiro imediato, mas também estimulando a recuperação econômica das famílias, o que, por sua vez, impulsionará a economia nacional como um todo.

Você pode se interessar em ler também:

Cuidado com os golpes envolvendo o programa

O governo federal está emitindo alertas para conscientizar a população sobre os golpes que estão circulando relacionados à busca por renegociação no programa Desenrola Brasil.

A orientação oficial é que os cidadãos acessem a plataforma apenas pelo link legítimo do site do programa, disponível em (https://desenrola.gov.br).

Os descontos e refinanciamentos oferecidos são possíveis graças aos R$ 8 bilhões investidos pelo governo no Fundo Garantidor de Operações (FCO). Proporcionando assim maior segurança às instituições financeiras durante as transações.

O Desenrola Brasil permite a renegociação de débitos acumulados entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022. Para acessar a plataforma, é necessário possuir uma conta no Gov.br, o portal de serviços públicos do governo, com status de nível prata ou ouro.

Durante os primeiros 20 dias, com a possibilidade de prorrogação por mais 20, as operações estão focadas em dívidas de até R$ 5 mil, oferecendo garantia prioritária.

Posteriormente, se ainda houver recursos no Fundo Garantidor de Operações (FGO), renegociações de valores até R$ 20 mil também poderão contar com garantia.

Em resumo, esteja atento e proteja-se contra possíveis golpes: utilize apenas o site oficial do Desenrola Brasil e verifique regularmente os comunicados do governo para informações atualizadas sobre o processo de renegociação.

google news noticias concursosgoogle news noticias concursos

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos