descubra como quitar seus débitos


Iniciou-se, em todo o território nacional, o processo de renegociação de dívidas relacionadas ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Assim, proporciona descontos que podem atingir até 99% do montante devido. Para participar desse benefício, é necessário realizar o procedimento presencialmente.

O Ministério da Educação (MEC) deu o pontapé inicial na renegociação dívidas do FIES, que irá beneficiar mais de 1,2 milhão de indivíduos. De acordo com informações do MEC, o montante total passível de renegociação atinge a expressiva quantia de R$ 54 milhões.

A confirmação dessa notícia foi feita pelo Ministro da Educação, Camilo Santana, na semana passada.

Segundo o ministro a prioridade é agir com rapidez e urgência para atender a demanda de 1,2 milhão de indivíduos. Dessa forma, para assegurar o direito de reabilitar o histórico financeiro das pessoas, proporcionando uma solução efetiva para a situação.

Enfim, quer saber se você se encaixa nas condições para a renegociação de dívidas do FIES? Não deixe de conferir esse texto e todas as informações que vamos trazer nele!

Você pode se interessar em ler também:

Reestruturação de acordos de financiamento estudantil com o FIES


Você também pode gostar:

FIESFIES
Governo disponibiliza renegociação de dívidas com o FIES com descontos significativos. Imagem: Uol Educação.

A oportunidade de renegociar dívidas do FIES está disponível, presencialmente nas agências da Caixa e do Banco do Brasil, e através dos aplicativos específicos de cada instituição financeira.

Este processo destina-se aos indivíduos que fecharam contratos até 31 de dezembro de 2017 e que estavam em fase de amortização até 30 de junho de 2023.

Importante destacar que as condições para a renegociação variam conforme o grupo ao qual o usuário pertence.

Especificações das condições apresentadas

Contratos do FIES atrasados há menos de 90 dias em 30 de junho de 2023 tem desconto significativo de 12% sobre o valor principal, ao optarem pelo pagamento à vista.

Para aqueles com mais de 90 dias de atraso haverá uma redução expressiva de 100% nos juros e multas por atraso será aplicada. Além disso, os clientes terão a opção de aproveitar um desconto de 12% sobre o valor principal mediante pagamento à vista.

Para maior flexibilidade, há a alternativa de parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas.

No segundo grupo estão os estudantes com débitos em atraso por mais de 360 dias até 30 de junho de 2023, contanto que estejam inscritos no Cadastro Único ou tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial em 2021.

Assim, poderão ter desconto de até 99% sobre o valor consolidado da dívida, caso o contrato tenha atraso de mais de 5 anos. Já os que estão com contrato vencido há menos de 5 anos terão descontos de até 92%.

Por outro lado, estudantes com dívidas vencidas e não pagas por mais de 360 dias até 30 de junho de 2023, que não estão no CadÚnico. Além disso que não receberam o Auxílio Emergencial em 2021, as facilidades oferecidas são diferentes.

Este grupo terá acesso a descontos de até 77% sobre o valor consolidado da dívida do FIES, incluindo o valor principal.

Saiba como renegociar sua dívida

Se você está buscando formas de renegociar seu contrato do FIES, o processo agora é mais fácil do que nunca. Você pode realizar a renegociação de maneira conveniente através de diferentes canais:

  1. Aplicativo FIES CAIXA: faça o download do aplicativo disponível no Google Play e na App Store para acessar suas opções de renegociação de forma rápida e simples.
  2. Sistema de financiamento estudantil: acesse o site oficial e navegue até a seção “Contrato FIES“. Lá, você encontrará a opção “Renegociação” e poderá explorar as alternativas disponíveis para o ano de 2023.
  3. Agências da CAIXA: se preferir atendimento presencial, visite uma das agências da CAIXA para obter suporte direto e esclarecer dúvidas sobre o processo de renegociação.

A reestruturação do contrato pode ser solicitada exclusivamente nos dias úteis, no horário compreendido entre 9h e 19h, sendo crucial que a adesão seja concretizada até o dia 31 de maio de 2024.

Dessa forma, conforme esclarecimentos fornecidos pela Caixa, é importante salientar que tanto o nome do usuário quanto o do seu fiador serão retirados dos registros dos órgãos de proteção ao crédito.

Além disso, o prazo para retirada é de 7 dias úteis a partir da confirmação da renegociação.

Após o anúncio da renegociação, o ministro Camilo Santana declarou que esta oportunidade se estenderia aos estudantes adimplentes do FIES.

Oferecendo-lhes assim um desconto significativo de 12% sobre o montante total da dívida, abrangendo tanto o valor principal quanto os encargos, no caso de pagamento integral à vista.

Em resumo, essas opções vão tornar o processo de renegociação acessível e eficiente. Assim, proporcionando a flexibilidade que você precisa para ajustar seu contrato conforme suas necessidades.

Não deixe de explorar essas alternativas e garantir uma renegociação do FIES tranquila e adaptada às suas circunstâncias.

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos