Exame OAB 2023 se aproxima, veja dicas


O Exame OAB 2023 está chegando e todos os que querem exercer a profissão de Direito precisam se preparar para a prova. Afinal, ela é necessária para a maioria dos cargos na área e, também, é conhecida pelo nível alto de dificuldade.

Pensando nisso, hoje trouxemos um apanhado geral sobre o exame, além de dicas de como você pode se preparar e aumentar suas chances de aprovação.

Portanto, não deixe de ler até o final e não perca nenhuma dica importante.

Exame OAB 2023 se aproxima

O edital do XXXIX (39º) Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está atualmente em andamento, com a primeira fase marcada para o dia 19 de novembro de 2023.

Além disso, o edital complementar, que contém informações sobre o reaproveitamento da primeira fase do XXXVIII (38º) Exame de Ordem Unificado, já foi publicado, e as inscrições estarão abertas até o dia 6 de novembro de 2023. Os resultados do XXXVIII (38º) Exame também já estão disponíveis, e os candidatos podem consultá-los no site da organizadora em http://oab.fgv.br.

Exame OAB 2023 se aproxima - Reprodução CanvaExame OAB 2023 se aproxima - Reprodução Canva
Exame OAB 2023 se aproxima – Reprodução Canva

 

Inscrições para a prova

As inscrições para o XXXIX (39º) Exame estiveram abertas entre os dias 4 e 14 de setembro de 2023, exclusivamente pelo site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em http://oab.fgv.br, com uma taxa de inscrição no valor de R$ 295,00.

A isenção da taxa de inscrição é um direito aos candidatos que se enquadram em determinados critérios, como aqueles inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), conforme o Decreto 6.135 de 26 de junho de 2007. Ou, ainda, candidatos que comprovem insuficiência de recursos financeiros, considerando a renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Para que o Exame OAB 2023 é necessário?

A aprovação no Exame de Ordem é uma exigência fundamental para os profissionais da área jurídica que desejam atuar como advogados. Afinal, na maioria dos concursos públicos que requerem graduação em Direito, o registro na OAB também é obrigatório, exceto em casos como os cargos de Defensor, Juiz ou Delegado.

No entanto, a Resolução 75/2009 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estabelece a necessidade de comprovar três anos de prática jurídica após a conclusão do curso de Direito, o que pode ser obtido não apenas pela advocacia, mas também por meio de cargos como Analista Judiciário em Tribunais, por exemplo.

Qual será a banca responsável pela prova e quem pode fazê-la?

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a instituição responsável pela realização do Exame de Ordem da OAB desde 2010. Isso com exceção do primeiro Exame, que ocorreu no primeiro semestre de 2010, sendo organizado pelo então Cespe/UNB, atualmente conhecido como Cebraspe.

Para se inscrever no Exame de Ordem, o candidato deve estar, no mínimo, matriculado nos dois últimos semestres ou no último ano do curso de graduação em Direito.

Assim, aqueles que receberem aprovação antes de concluir o curso poderão obter seus certificados, caso atendam aos requisitos. É importante ressaltar que declarar falsamente sobre a matrícula pode acarretar consequências legais, como acusações de falsidade ideológica e a possibilidade de um processo de averiguação de idoneidade moral perante a OAB.

Além disso, é permitido que bacharéis em Direito que ocupem cargos incompatíveis com a advocacia prestem o Exame de Ordem, embora a inscrição na OAB seja proibida.

Quais serão as etapas do Exame OAB 2023?

O Exame de Ordem consiste em duas etapas obrigatórias e eliminatórias: a prova objetiva e a prova prático-profissional.

Durante as provas, os candidatos devem usar canetas esferográficas azuis ou pretas, fabricadas em material transparente, e ter consigo um documento de identidade com foto original.

Não é permitido o uso de borracha ou corretivo durante a realização das provas. Além disso, os candidatos podem levar lanches de rápido consumo e bebidas em recipientes transparentes e sem rótulos que impeçam a visualização do conteúdo.

Como se preparar para a prova?

Como você deve saber, o exame OAB é uma das provas mais difíceis do Brasil. No entanto, seguir algumas estratégias pode tornar o estudo mais eficiente e aumentar suas chances de aprovação.

Veja a seguir algumas dicas nesse sentido:

  1. Estabeleça pequenas metas diárias de estudo e concentre-se em uma disciplina de cada vez. Isso porque o aprendizado é mais eficaz quando dividido em blocos menores;
  2. Evite distrações, como redes sociais, mensagens de celular e televisão, enquanto estiver estudando. Lembre-se de que focar em uma tarefa de cada vez aumenta a absorção de informações;
  3. Faça suas próprias anotações à mão, pois estudos mostram que os alunos que escrevem suas anotações têm uma melhor compreensão e retenção do conteúdo;
  4. Estabeleça conexões entre o conteúdo de estudo e situações do cotidiano, uma vez que isso ajuda na compreensão e na memorização;
  5. Elabore um plano de estudos para otimizar o tempo e garantir uma preparação mais eficaz.

Agora que você já sabe que o Exame OAB se aproxima, coloque essas dicas em prática e boa sorte na prova!

 

 

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos