Matt Brown reage a Sean O’Malley lutando contra Chito Vera em vez de Merab Dvalishvili: ‘Este é o mundo em que vivemos agora’


Matt Brown mal pode esperar para ver Marlon Vera lutar contra Sean O’Malley pelo título peso galo no UFC 299, mas também há uma parte dele que está arrasada por Merab Dvalishvili.

Apesar de ter uma sequência impressionante de nove vitórias consecutivas e estar perto do topo do ranking, Dvalishvili—No. 3 com 135 libras na lista do MMA Fighting – acabou sendo preterido pelos matchmakers do UFC, com Vera ganhando a disputa pelo título. Claro, Vera continua sendo a única pessoa a entregar uma derrota a O’Malley na carreira profissional do campeão no MMA, então isso obviamente teve um papel importante na revanche que recebeu o cartão amarelo. Mas isso não acalma a dor de Dvalishvili por não ter conseguido a chance que provavelmente merecia.

Brown entende a frustração e decepção de Dvalishvili, especialmente se os rumores se tornarem realidade e Dvalishvili acabar lutando contra o ex-campeão de duas divisões do UFC, Henry Cejudo.

“Nos sentimos mal por Merab não ter conseguido a disputa pelo título”, disse Brown no último episódio de O lutador contra o escritor. “Agora ele tem que lutar contra Henry Cejudo. Não é como se ele conseguisse uma luta de preparação ou de aquecimento. Mantenha-o lá e mantenha tudo afiado para a luta pelo título. Agora você tem que lutar contra um dos maiores atletas de esportes de combate de todos os tempos.

“Se ele perder essa luta, isso muda a trajetória da vida dele. Certamente não é muito legal, mas é o que é. Este é o mundo em que vivemos agora.”

Muito antes do anúncio de segunda-feira, Brown esperava que Vera conseguisse a disputa pelo título porque a escrita já estava na parede depois que O’Malley derrotou Aljamain Sterling para se tornar campeão.

O’Malley convocou a luta inúmeras vezes para ter a chance de vingar sua única derrota, e Vera continua sendo um dos pesos galo mais populares e comercializáveis.

Combinados, esses dois fatores deixaram Dvalishvili de fora, olhando para dentro.

“Entendemos qual é o modelo do UFC e por que eles fazem o que fazem”, disse Brown. “É difícil odiar isso.

“[But] gostamos de ver esses caras [who] merece, entenda. Isso é o que queremos ver como fãs hardcore. Estamos muito mais interessados ​​em ver um cara chegar lá, o cara número 1 do ranking. Preferimos ver Merab vencer a luta.”

Dito isto, Brown sabe que o que está acontecendo no peso galo é a mesma coisa que aconteceu em inúmeras outras lutas pelo título no passado.

Seja Nick Diaz conseguindo uma chance pelo título contra Georges St-Pierre após uma derrota enquanto Johny Hendricks esperava nos bastidores, ou Conor McGregor pulando a linha no peso leve para ter a chance de se tornar um campeão de duas divisões, vencer ainda pode importar o máximo, mas o poder das estrelas definitivamente não faz mal.

“Quanto mais proeminente você for, mais rápido será o seu caminho”, explicou Brown. “Não é um ou outro. Ainda é o UFC, então você ainda tem que ir lá e vencer lutas, então o mérito ainda vai importar. Isto [just doesn’t matter] tanto se você for mais proeminente.

Quanto à luta pelo título que está marcada, Brown antecipa que O’Malley e Vera darão um show espetacular, e não há dúvidas de que o UFC teve o mesmo pensamento em mente ao abordar esse matchmaking.

Em suas últimas seis lutas, Vera produziu um recorde de 5-1 com dois nocautes, além de acumular dois bônus de Performance da Noite e dois prêmios de Luta da Noite. Enquanto isso, O’Malley está invicto nas últimas seis partidas, incluindo sua impressionante vitória por nocaute sobre Sterling para conquistar o título.

“Isso meio que me deixa entusiasmado”, disse Brown sobre O’Malley x Vera. “Eu amo ‘Chito’. Adoro vê-lo lutar. Do jeito que Sean O’Malley tem encarado essas últimas lutas – eu nunca fui um cara do Sean ‘Suga’, nunca pensei que ele iria chegar ao título, pensei que ele seria esmagado por Aljamain – eu nunca estive naquele ‘Suga’ treinar, mas ele provou que eu estava errado uma e outra vez.

“Eu tenho que acreditar no que ele está fazendo. Eu meio que acredito mais no que Sean está fazendo, mas gosto mais de assistir ‘Chito’. Estou feliz por esse cara. Eu adoraria vê-lo ir lá e fazer isso. Sean O’Malley está absolutamente fenomenal, mas ‘Chito’, esse cara tem fogo na bunda. Acho que ele pode conseguir fazer isso.”

Ouça novos episódios de The Fighter vs. The Writer todas as terças-feiras com versões apenas de áudio do podcast disponíveis em Podcasts da Apple, Podcasts do Google, Spotifye iHeartRadio



Fonte: mma fighting