Roger Federer chora em show de Andrea Bocelli


A aposentadoria de Roger Federer do tênis em setembro de 2022 não significa que os suíços tenham ficado longe dos palcos. Se há alguns meses o víssemos cantando com Chris Martin no show do Coldplay em Zurique, ontem o tenista aceitou o convite de Andrea Bocelli para se juntar a ele em sua última apresentação na cidade suíça.

Federer não consegue conter a emoção em show de Andrea Bocelli

A “lenda viva”, como anunciou Bocelli, ficou emocionada ao ouvir a apresentação do tenor italiano ‘Nessun Dorma’, o grande sucesso estreado por Giacomo Puccini em Milão em 1926. No final, Federer aplaudiu e os dois se abraçaram, antes que o cantor cego acompanhasse o 20 vezes campeão principal até a saída.

Federer explicou recentemente que vinha do Concerto de Elton John quando recebeu a mensagem de Chris Martin. Foi sua filha quem o convenceu a sair e cantar com a banda britânica. “Minha filha disse, ‘Claro que você deveria fazer isso. Você só vive uma vez'” revelou o nativo de Basileia que também confessou que “gostei, mas não preciso mais desses momentos de ansiedade”.





Fonte: Jornal Marca