Seu CELULAR CAIU NA ÁGUA? Estas DICAS podem salvá-lo de UMA VEZ POR TODAS


O smartphone se transformou em um fiel companheiro praticamente inseparável para a maioria da população. Imagine o susto de perceber que seu celular caiu na água e que está sujeito a sofrer danos. Contudo, fique tranquilo, pois há uma resolução para o problema.

A fim de ilustrar o quanto utilizamos esse dispositivo, no Brasil existem mais smartphones do que residentes. E, naturalmente, muitas pessoas carregam o celular para todos os lugares: o levam ao banheiro, à beira da piscina, ou até mesmo o deixam tocando música enquanto realizam tarefas domésticas, como lavar a louça.

O que fazer se o celular cair na água?

Por meio de desatenção ou acidente, o aparelho pode acabar se molhando. Isso resulta na oxidação dos componentes internos e prejudicando, ou até mesmo interrompendo, seu funcionamento. Se porventura o seu celular entrou em contato com a água, entenda o que fazer para evitar esse contratempo.

Aja com rapidez

Inicialmente, essa orientação pode parecer óbvia, mas sua importância não pode ser subestimada. Para que se tenha uma ideia, a água leva, em média, cerca de 20 segundos para penetrar no dispositivo. Então, se ele estiver ligado, isso pode resultar em um curto-circuito no celular.

Portanto, quanto mais rápido você conseguir retirar o smartphone da água, maiores serão as chances de recuperá-lo. Mesmo que ele tenha caído em um local pouco conveniente, como o vaso sanitário, lembre-se de que cada segundo pode ser crucial.

Desative o smartphone

Por impulso, muitas pessoas tentam mexer no celular assim que o retiram da água. No entanto, é preciso ter cautela, pois essa ação pode danificar irreversivelmente o aparelho. Se o celular que entrou em contato com a água estiver funcionando, a melhor abordagem é desligá-lo o mais rapidamente possível.


Você também pode gostar:

Essa recomendação é válida até mesmo para os celulares com certificação de resistência à água. Apesar de serem recursos excelentes, essas certificações têm limitações quanto à profundidade e ao tempo de exposição à água, e fora desses parâmetros, o dispositivo também pode ser danificado.

Seque o dispositivo

Após retirar o celular da água, é fundamental secá-lo. Para isso, utilize papel-toalha ou panos secos. Tome cuidado para não permitir que a água se espalhe no interior do dispositivo. Evite o uso de papel, uma vez que, quando molhado, ele pode obstruir as pequenas aberturas no interior do celular.

Outra sugestão é limpar o interior do aparelho com álcool, pois esse líquido auxilia na evaporação da água. Para facilitar a secagem, remova todos os componentes e capas removíveis, como a capa de proteção e a película protetora.

Seu CELULAR CAIU NA ÁGUA? Estas DICAS podem salvá-lo de UMA VEZ POR TODASSeu CELULAR CAIU NA ÁGUA? Estas DICAS podem salvá-lo de UMA VEZ POR TODAS
Nem sempre os aparelhos ficam perdidos após esse desastre – Imagem: Canva

Mais dicas para não perder o celular para a água

Para evitar perda de dados e danos ao seu celular que entrou em contato com água, siga essas etapas:

  • Retire o chip, o cartão de memória e a bateria (se possível) – As informações mais importantes do seu celular são armazenadas no chip e no cartão de memória. Remova essas peças o mais rápido possível para evitar danos. Se seu telefone permite a remoção da bateria, também retire-a, pois em contato com a água, pode causar curtos-circuitos nos circuitos elétricos. Em dispositivos como iPhones, desligá-los é suficiente;
  • Seque os componentes com cuidado – Utilize um guardanapo ou outro item limpo, seco e macio, como flanelas e blusas, para secar cuidadosamente o chip, o cartão de memória e a bateria;
  • Use um aspirador de pó ou ventilador – Evite o uso de um secador de cabelo, pois ele pode aumentar a umidade e danificar o dispositivo devido ao calor. Em vez disso, use um aspirador de pó ou um ventilador. Mantenha-o ligado por cerca de 20 minutos sobre a área afetada, mantendo uma distância adequada para evitar a dispersão da água devido ao calor e ao vento;
  • Coloque o aparelho em uma vasilha com arroz (ou outro absorvente) – Uma técnica eficaz para secar o celular é colocá-lo em uma vasilha ou saco hermeticamente fechado com arroz cru. O arroz tem a capacidade de absorver a umidade do interior do dispositivo. Alternativamente, você pode usar outros materiais absorventes, como gel de sílica, cuscuz ou areia utilizada para caixas de gatos, desde que estejam limpos. Guarde o recipiente em um local seco e arejado por pelo menos um dia;
  • Aguarde 24 horas antes de ligar o celular – Independentemente da técnica utilizada para recuperar o celular que caiu na água, espere pelo menos 24 horas antes de tentar ligá-lo novamente. Certifique-se de que todas as partes do aparelho estejam limpas e secas antes de fazer o teste;
  • Se necessário, busque a ajuda de especialistas – Se nenhuma das tentativas anteriores for bem-sucedida e o celular não voltar a funcionar, é aconselhável procurar a assistência de especialistas em reparo de dispositivos eletrônicos.

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos