WhatsApp quer mostrar anúncios em canais e status; veja como será


O WhatsApp é um dos aplicativos de mensagens mais populares do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários ativos mensais. Desde sua aquisição pelo Facebook em 2014, houve especulações sobre como a plataforma de mensagens seria monetizada.

Recentemente, o diretor do aplicativo, Will Cathcart, concedeu uma entrevista à Folha de S.Paulo, esclarecendo os planos do WhatsApp em relação à inclusão de anúncios em canais e Status.

Neste artigo, vamos explorar essas informações e discutir os possíveis impactos dessa mudança para os usuários.

WhatsApp: Gratuito e Sem Anúncios na Caixa de Entrada e na Experiência de Mensagens

Ao ser questionado se o WhatsApp permaneceria gratuito e sem anúncios, Cathcart afirmou que sim, na caixa de entrada e na experiência de mensagens dos usuários. Essa declaração tranquiliza os usuários de que as conversas individuais e em grupos não serão afetadas pela inclusão de propagandas.

No entanto, Cathcart deixou em aberto a possibilidade de anúncios em outros locais, como canais e Status.

“A razão pela qual eu qualifiquei a resposta é que poderia haver anúncios em outros locais – canais ou Status.” – Will Cathcart, diretor do WhatsApp.

Anúncios nos Status: Uma Possibilidade Natural

A inclusão de anúncios nos Status parece uma progressão natural para o WhatsApp. Essa função é semelhante aos Stories do Instagram e do Facebook, onde os usuários já estão acostumados a ver publicidade diariamente.


Você também pode gostar:

No início de 2022, o WhatsApp começou a utilizar esse espaço para promover seus próprios recursos. Embora essas promoções sejam restritas às funções internas do aplicativo, isso levanta a possibilidade de que anúncios de terceiros também possam ser veiculados nesse espaço.

Canais: Uma Nova Oportunidade de Publicidade

Outra área em que o WhatsApp está considerando a inclusão de anúncios são os canais. Atualmente, o Telegram já exibe anúncios promovendo sua versão paga, o Telegram Premium, em alguns canais. É possível que o WhatsApp siga um caminho semelhante, embora não haja indícios de um “WhatsApp Premium” para uso não comercial.

No entanto, Cathcart mencionou que os canais poderiam cobrar dos usuários pela inscrição, ser exclusivos para membros pagos ou permitir que os proprietários promovam seus canais. Essa abordagem pode ser vista como uma forma mais sutil e útil de publicidade para os seguidores e administradores de canais.

A Experiência do Usuário e a Privacidade

Quando se trata de publicidade em aplicativos de mensagens, a experiência do usuário e a privacidade são fatores-chave a serem considerados. A inclusão de anúncios nas conversas individuais seria problemática, pois interromperia o fluxo natural das conversas e poderia deixar os usuários com a sensação de que estão sendo observados.

A criptografia de ponta a ponta, um dos principais diferenciais do WhatsApp em relação aos concorrentes, fortalece a privacidade dos usuários. Portanto, é fundamental que qualquer forma de publicidade seja cuidadosamente implementada para não comprometer esses valores.

A Necessidade de Monetização do WhatsApp

O WhatsApp é um serviço gratuito para os usuários, mas isso não significa que a plataforma não precise gerar receita. A inclusão de anúncios em espaços como os Status e os canais pode ser uma maneira eficaz de gerar receita sem afetar diretamente a experiência do usuário.

Navegar entre os posts dos Status e deparar-se com um anúncio é uma prática já consolidada nos Stories de outras plataformas, o que pode gerar menos resistência por parte do público.

Embora o diretor do WhatsApp, Will Cathcart, tenha confirmado que o aplicativo permanecerá gratuito e sem anúncios em conversas individuais e em grupos, a inclusão de propagandas em canais e Status parece ser um caminho natural para a plataforma.

Essa abordagem pode fornecer ao WhatsApp uma fonte de receita necessária, ao mesmo tempo em que minimiza o impacto na experiência do usuário. No entanto, é crucial que a implementação desses anúncios seja cuidadosamente planejada para preservar a privacidade e a integridade do aplicativo.

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.



Fonte: Notícias Concursos