em 2023, programa registrou maior média de valor na história


Nunca na história deste país o Bolsa Família fez pagamentos tão altos quanto em 2023. Ao menos é o que apontam os dados oficiais divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome, divulgados na manhã desta segunda-feira (11).

De acordo com a pasta, o valor médio do Bolsa Família pago neste ano de 2023 foi de R$ 670,36. Este é o maior valor médio já alcançado na história do programa, que foi relançado no último mês de março. No ano passado, quando o projeto ainda era chamado de Auxílio Brasil, a média de pagamentos fechou em R$ 394,48.

O número médio de pessoas atendidas pelo Bolsa Família do governo federal também bateu recorde em 2023. Ainda tomando como base os números do Ministério do Desenvolvimento Social, a média mensal de usuários vai fechar o ano em 21,3 milhões. Em 2022, este mesmo número fechou em uma média de 19,2 milhões de atendidos.

Também houve recorde no investimento realizado para o programa. Em 2023, o atual governo federal destinou R$ 14,1 bilhões em pagamentos médios por mês. No ano passado, este mesmo número fechou em R$ 7,8 bilhões.

Bolsa Família em dezembro

Os pagamentos de dezembro do Bolsa Família estão sendo oficialmente retomados nesta segunda-feira (11). Desta vez, as liberações estão sendo feitas nos 10 últimos dias úteis antes do natal, para que todos os usuários consigam receber o saldo em suas contas antes das festas de final de ano.

Assim como nos meses anteriores, o cidadão segue precisando se basear no final do seu Número de Identificação Social (NIS). Abaixo, você pode conferir o calendário detalhado de pagamentos do Bolsa Família para este mês de dezembro:

  • Usuários com NIS final 1: 11 de dezembro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final 2: 12 de dezembro (terça-feira);
  • Usuários com NIS final 3: 13 de dezembro (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final 4: 14 de dezembro (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final 5: 15 de dezembro (terça-feira);
  • Usuários com NIS final 6: 18 de de dezembro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final 7: 19 de dezembro (terça-feira);
  • Usuários com NIS final 8: 20 de dezembro (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final 9: 21 de dezembro (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final 0: 22 de dezembro (sexta-feira).

Sem 13º salário


Você também pode gostar:

As pessoas que fazem parte do primeiro grupo de pagamentos do Bolsa Família certamente já perceberam que não houve neste mês de dezembro nenhuma liberação de 13º para este público. A decisão de não pagar este adicional já havia sido confirmada pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

De todo modo, o governo federal confirmou que vai seguir liberando adicionais para o público do programa social neste mês de dezembro. Tais bônus estão sendo pagos desde março. Abaixo, você pode conferir a lita completa:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família;
  • Benefício Complementar (BCO): valor adicional para garantir um total mínimo de R$ 600 por família;
  • Benefício Primeira Infância (BPI): acréscimo de R$ 150 por criança de 0 a 7 anos;
  • Benefício Variável Familiar (BVF): acréscimo de R$ 50 para gestantes e crianças de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): acréscimo de R$ 50 por membro da família com até sete meses de idade (nutriz);
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): pago em casos específicos para garantir valores anteriores ao programa Auxílio Brasil até maio de 2025.
Bolsa Família: em 2023, programa registrou maior média de valor na históriaBolsa Família: em 2023, programa registrou maior média de valor na história
Ministro Wellington Dias já confirmou o não pagamento do 13º salário. Imagem: Lula Marques/ Agência Brasil

Como funciona na prática?

Abaixo, listamos alguns exemplos para que a incidência dos adicionais acima se torne um pouco mais clara:

Família 1

  • Um pai de 30 anos;
  • Uma mãe de 25 anos;
  • Um filho de 6 anos.

Neste caso, a família tem direito ao BRC de R$ 142 por família, ao BCO, para garantir os R$ 600, e ao BPI, que garante mais R$ 150 para o filho menor de 7 anos. Assim, esta família recebe R$ 750 neste mês de dezembro.

Família 2

  • Um pai de 50 anos;
  • Uma mãe de 35 anos;
  • Um filho de 20 anos;
  • Uma filha de 12 anos;
  • Um filho de 5 anos;

Neste caso, a família tem direito ao BRC de R$ 142 por família, ao BVF de R$ 50 pela filha de 12 anos, e ao BPI de R$ 150 para o filho de 5 anos. No final das contas, esta família poderá receber R$ 910 neste mês de dezembro.



Fonte: Notícias Concursos