passagens aéreas podem ficar mais baratas; Veja quando


Após intensas negociações com as principais companhias aéreas do país, o governo brasileiro está prestes a revelar uma medida aguardada com expectativa pelos viajantes: a implementação de uma “cota” de passagens aéreas mais acessíveis por voo.

O anúncio oficial dessa proposta está previsto para o próximo dia 20, quando autoridades governamentais planejam detalhar os termos finais do acordo. A proposta visa estabelecer um percentual de bilhetes em cada voo que não será afetado pelos frequentes e substanciais reajustes de preço, especialmente à medida que a data da viagem se aproxima.

A iniciativa representa uma resposta direta às crescentes preocupações dos consumidores em relação à volatilidade dos preços das passagens aéreas, que muitas vezes experimentam aumentos significativos à medida que a data de partida se aproxima. A proposta do governo busca trazer maior previsibilidade e estabilidade para os custos de viagem, beneficiando diretamente os passageiros.

Acordo consensual com companhias aéreas

As discussões, que se desenrolaram ao longo de vários meses, finalmente atingiram um ponto de entendimento entre o governo e as companhias aéreas. No mês passado, o ministro já havia divulgado o compromisso assumido pelas empresas do setor de apresentar um plano detalhado para a redução dos custos das passagens aéreas.

“Fizemos uma reunião com as companhias aéreas que se comprometeram a apresentar um plano para que a gente possa buscar a redução no custo das passagens no Brasil”, disse o ministro.

Os detalhes específicos do plano ainda não foram divulgados, mas a expectativa é de que as medidas propostas pelas companhias aéreas resultem em tarifas mais acessíveis para os passageiros. Conforme os dados mais recentes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), referentes ao mês de agosto, o preço médio das tarifas aéreas atingiu a marca de R$ 649,17.

“Sabemos que o aumento das passagens é uma questão mundial. Na Europa e nos Estados Unidos, nós tivemos aumento nas passagens aéreas. O que nós não podemos aceitar e permitir são aumentos abusivos que têm prejudicado a população brasileira”, disse.

Governo brasileiro anuncia "cota" de passagens aéreasGoverno brasileiro anuncia "cota" de passagens aéreas
Governo brasileiro anuncia “cota” de passagens aéreas
Imagem: Canva


Você também pode gostar:

Saiba como economizar ao comprar passagens aéreas

Em meio às recentes iniciativas anunciadas pelo governo para tornar as passagens aéreas mais acessíveis, os consumidores têm pensado em alternativas para garantir viagens mais econômicas. Além das medidas governamentais, o uso inteligente de milhas aéreas pode representar uma vantagem significativa. Veja a seguir algumas dicas para economizar na compra de passagens aéreas:

  • Fique atento às novas políticas anunciadas pelo governo, que podem incluir cotas de passagens mais baratas. Informe-se sobre as condições e restrições, e esteja preparado para aproveitar os benefícios dessas medidas ao planejar as viagens.
  • A antecedência na compra de passagens é uma estratégia comprovada para garantir preços mais baixos. Sendo assim, é recomendado planejar as viagens com antecedência para aproveitar as tarifas promocionais disponíveis.
  • Para aqueles que viajam com frequência, é recomendado também participar de programas de fidelidade e acumular milhas aéreas. Muitas companhias aéreas e cartões de crédito oferecem programas que possibilitam a obtenção de descontos ou até mesmo passagens gratuitas com base nas milhas acumuladas.

Ao combinar as novas medidas governamentais com práticas inteligentes de compra e o uso estratégico de milhas aéreas, os consumidores podem garantir uma experiência de viagem mais acessível e econômica. Sendo assim, é importante estar atento às oportunidades disponíveis ao comprar passagens aéreas.

 



Fonte: Notícias Concursos