Sua CONTA DE LUZ está CARA? ESTA pode ser uma solução


O custo com energia elétrica é uma das principais despesas enfrentadas pelos cidadãos brasileiros. Assim, é essencial quitar a fatura da conta de luz mensalmente para evitar o corte do fornecimento. Além do mais, pode gerar problemas consideráveis, já que a energia é utilizada em atividades cotidianas como trabalho, cozinha e banho.

No entanto, pagar a tarifa da conta de luz pode ser um desafio, seja por esquecimento ou por demora no processamento da transação, levando à suspensão do serviço. Mas, uma ferramenta promete mudar essa dinâmica, beneficiando a forma como a tarifa de energia é quitada.

Causadores do desequilíbrio na conta de luz

Diversos eletrodomésticos se configuram como os principais responsáveis pelo desequilíbrio econômico em muitas residências brasileiras. Em períodos de intenso calor, por exemplo, a utilização do ar-condicionado figura como um dos principais impulsionadores do aumento nos boletos de eletricidade.

Entretanto, é equivocado pensar que, caso não haja esse aparelho em sua moradia, haverá maior economia. Isso ocorre porque vários outros dispositivos eletrônicos utilizados cotidianamente também demandam muito gasto e contribuem para o aumento no valor pago mensalmente. Além do ar-condicionado, podemos citar:

  • Geladeira;
  • Aquecedor elétrico;
  • Televisão;
  • Videogame;
  • Forno micro-ondas;
  • Fogão elétrico;
  • Carregador de celular;
  • E muitos outros.

Tendo em mente o meio ambiente e a economia, é essencial redobrar a atenção aos excessos de consumo. Todos os dispositivos eletrônicos devem ser utilizados com moderação e, quando possível, substituídos por alternativas mais econômicas.

Sua CONTA DE LUZ está CARA? ESTA pode ser uma soluçãoSua CONTA DE LUZ está CARA? ESTA pode ser uma solução
A economia é essencial para não pesar no bolso – Imagem: Canva

Conta de luz pode ser paga com mais facilidade


Você também pode gostar:

A Neoenergia, empresa do setor, implementou uma grande inovação para auxiliar os brasileiros no pagamento das contas de luz. Assim, é possível quitar a tarifa utilizando o PIX, com um QR Code em todos os boletos. Isso permite  que os clientes utilizem o aplicativo do banco, apontem a câmera do celular para o código e realizem o pagamento.

Vale ressaltar a importância de confirmar as informações do recebedor antes de efetuar a transação, como:

  • Nome da empresa;
  • CNPJ;
  • Valor;
  • Outros detalhes.

Essa precaução aumenta a segurança nas transações e previne golpes relacionados ao PIX. Com esse procedimento simples, o cliente assegura maior tranquilidade no pagamento de suas contas de energia.

Uma vantagem adicional é que os brasileiros poderão efetuar o pagamento via PIX em qualquer data, inclusive em finais de semana e feriados. Dessa forma, a confirmação do pagamento é automática todos os dias. Então, não há mais a necessidade de preocupações com demoras na baixa da transação, já que o processo pode ser concluído em até uma hora.

Essa ferramenta para a forma de pagamento é aplicável nos locais em que a Neoenergia atua como distribuidora de energia elétrica, o que inclui algumas cidades de São Paulo e Bahia.

Vale destacar que o PIX tem se tornado o método preferido de pagamento para muitos brasileiros. Com a adição dessa opção na conta de luz, a tendência é que mais pessoas optem por utilizar esse método, uma vez que ele é prático, ágil e seguro.

Direito a Tarifa Social de Energia Elétrica

Tem direito a TSEE aqueles:

  • Com renda mensal igual ou inferior a meio salário-mínimo por pessoa;
  • Que estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Que mantenham suas informações atualizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município onde residem.

Além disso, outras famílias também podem se beneficiar do programa:

  • Famílias que possuem membros que necessitam do uso contínuo de aparelhos elétricos para tratamento de doenças, desde que a renda mensal seja de até três salários-mínimos;
  • Indígenas, quilombolas e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Para facilitar o processo, se a família estiver com o cadastro atualizado, o benefício é automaticamente incluído na fatura. Contudo, as concessionárias alertam que aqueles que preencham os requisitos para a tarifa social, mas não tiveram o desconto aplicado, podem entrar em contato e solicitar o benefício.

Os descontos da tarifa social variam de acordo com o consumo de energia elétrica do imóvel, sendo os seguintes percentuais:

  • Para o consumo de até 30 kWh mensais, o desconto é de 65%;
  • De 31 kWh a 100 kWh, o desconto é de 40%;
  • De 101 kWh a 220 kWh, o desconto é de 10%;
  • A partir de 221 kWh, o cliente não recebe nenhum desconto.

Para os clientes quilombolas e indígenas, o cálculo dos descontos é diferente:

  • Até 50 kWh mensais, o desconto é de 100%;
  • De 51 kWh a 100 kWh, o desconto é de 40;
  • De 101 kWh a 220 kWh, o desconto é de 10%;
  • A partir de 221 kWh, não há desconto.



Fonte: Notícias Concursos