Tensão no vestiário do Bucks: Bobby Portis e o técnico Adrian Griffin em uma discussão acalorada


TAs coisas não estão indo como esperado em Milwaukee. Damian LillardA chegada de abriu um cenário completamente diferente do anterior. Na equipe, a sinergia (principalmente defensiva) foi substituída pela busca pelo campeonato com um craque.

Essa irregularidade parece ter chegado ao vestiário. De acordo com o Relatório do Bleacher Chris Haynes, Bobby Portisuma das peças-chave da equipe no passado, e que não está fazendo sua melhor temporada, teve uma forte discussão com Adriano Griffino novo treinador da equipe.

Porto repreendeu de forma intensa a falta de energia dos jogadores e parece que bateu de frente com um treinador que, no momento, está superando um dos bancos mais badalados do NBA.

Damian Lillard sobre a vitória na NBA In-Season Tournament Cup: “Vou ficar com o dinheiro”MARCA

O que há de errado com o Bucks?

O Dinheiro O avançado não teve a sua melhor noite, com quatro pontos e 2/5 de remates, mas parece ser o único a procurar soluções.

O começo em Wisconsin não é bom. Vencem jogos por inércia e, em parte, por terem um dos melhores do mundo vestindo a camisa. A identidade que Budenholzer havia dado, a união e a energia que tinha a franquia que conquistou o ringue em 2021, se perdeu.

O Torneio Durante a Temporada parecia ser a única ilusão, mas o Marcapassos, a grande surpresa do torneio e deste início na NBA, atrapalhou-os. O Indiana foi um rolo compressor no último quarto (25-37) para acabar levando o jogo (119-128) e conseguir a passagem para a final.

A partida de Feriado, Jevon Carter e Grayson Allen deixou um plantel que depende, em grande medida, do desempenho das suas quatro referências (Giannis, Lillard, Middleton e Brook Lopez) sem defesa. Essa perda de essência levou Milwaukee ser uma das piores defesas da NBA.





Fonte: Jornal Marca