A maldição de Kirk Cousins ​​pode colocar Leões ou Bucs no Super Bowl


A uma tendência peculiar surgiu nos últimos dias, agitando conversas na Internet. Apelidado de “Maldição de Kirk Cousins“, afirma que nenhum time que perdeu para Primos Kirk em uma determinada temporada chegou ao Super Bowl naquele mesmo ano. À medida que nos aproximamos do confronto dos playoffs do Lions-Bucs deste fim de semana, a questão que surge é se a maldição continuará com sua precisão misteriosa.

Vamos nos aprofundar nos dados históricos:

Super Bowl 2012-13: Baltimore-São Francisco

Na semana 14, Primos fez sua estreia como titular, guiando Washington à vitória contra o Cleveland Browns. A maldição dos primos parece viva, já que os Browns não conseguiram chegar ao Super Bowl.

Super Bowl 2013-14: Seattle-Denver

Três partidas em 2013 resultaram em derrotas para Cousins, mas nenhuma foi contra os candidatos ao Super Bowl Seattle e Denver. A maldição vale 2 por 2.

Super Bowl 2014-15: Nova Inglaterra-Seattle

Cinco partidas em 2014 tiveram quatro derrotas e uma vitória contra Tenessi na Semana 7. Os Titãs não chegaram ao Super Bowl, mantendo a maldição em 3 por 3.

Super Bowl 2015-16: Denver-Carolina

A primeira temporada titular em tempo integral de Cousins ​​​​liderou Washington a nove vitórias, nenhuma das quais contra times que chegaram ao Super Bowl. A maldição avança para 4 por 4.

Super Bowl 2016-17: Nova Inglaterra x Atlanta

Oito vitórias sobre vários times, nenhum dos quais chegou ao Super Bowl, mantêm a maldição em 5 a 5.

Super Bowl 2017-18: Filadélfia-Nova Inglaterra

Sete vitórias em 16 partidas para Cousins, nenhuma de times que chegaram ao Super Bowl. A maldição continua sendo um 6 perfeito em 6.

Super Bowl 2018-19: Nova Inglaterra-Los Angeles

Oito vitórias para os Vikings de 2018, nenhuma contra o Patriotas e Carneirosmantendo a maldição em 7 por 7.

Super Bowl 2019-20: Kansas City-São Francisco

Primos levou Minnesota a 10 vitórias, nenhuma contra times do Super Bowl. A maldição continua em 8 por 8.

Super Bowl 2020-21: Tampa Bay-Kansas City

Sete vitórias para os Vikings nas 16 partidas de Cousins, nenhuma contra os candidatos ao Super Bowl. A maldição avança para 9 por 9.

Super Bowl 2021-22: Los Angeles-Cincinnati

Os Vikings de 2021 tiveram um recorde de 8-8, com vitórias contra vários times, mas não contra os candidatos ao Super Bowl. A maldição é de 10 por 10.

Super Bowl 2022-23: Kansas City-Filadélfia

Cousins ​​​​e os Vikings garantiram 13 vitórias contra 12 times diferentes, nenhum dos quais chegou ao Super Bowl, solidificando a maldição em 11 a 11.

No total, Cousins ​​enfrentou um ou ambos os times do Super Bowl em uma determinada temporada 10 vezes, perdendo todos os jogos. Agora, ao avaliarmos as oito equipes restantes nos playoffs deste ano, Baía Verde e São Francisco são os únicos candidatos que sofreram derrotas nas mãos de Cousins ​​nesta temporada.

A conclusão é clara: ou o Leões de Detroitpela primeira vez na era do Super Bowl, representará a NFC, ou Baker Mayfield orquestrará uma sequência improvável de playoffs para o Bucaneiros de Tampa Bay. A AFC permanece aberta.





Fonte: Jornal Marca