A moeda de 1 real que a maioria não sabe que é rara


Você já encontrou uma moeda rara? Boa parte das pessoas pode responder que não. Mas o fato é que muito provavelmente você já teve contato com uma peça valiosa, sem saber que ela valia muito dinheiro. Muitos destes exemplares estão em circulação pelo Brasil neste momento.

É o caso, por exemplo, da moeda de 1 real do ano de 2014. Trata-se de uma peça que ainda tem valor monetário, e que portanto pode ser encontrada em um trocado no comércio a qualquer momento. O problema é que a grande maioria das pessoas não sabe que ela é rara.

A tiragem

Mas por que esta simples moeda de 1 real é considerada tão valiosa pelos numismatas? De acordo com especialistas, o exemplar pode ser considerado raro por causa de sua baixa tiragem. Pouco mais de 11 milhões de exemplares foram postos em circulação naquele determinado ano.

Parece que estamos falando de um número alto, mas não é. Sobretudo quando comparamos esta quantidade com as tiragens de outras moedas de 1 real da última década. Em quase todos os casos, mais de 100 milhões de unidades foram postas em circulação em cada ano.

A baixa tiragem da moeda de 1 real do ano de 2014 nos indica que ela é realmente muito rara hoje em dia. Mas não só isso. Também aponta que esta é uma peça que tem um grande potencial de valorização. Neste caso, ao encontrar a peça, a principal dica é guardar para colher bons frutos daqui a alguns anos.

Características da peça

Abaixo, listamos as principais características da moeda de 1 real do ano de 2014, tomando como base as informações disponibilizadas pelo Banco Central (BC):

  • Novo Padrão Monetário 2º Família Diversos Metais;
  • Plano Monetário: Padrão Real 2º Família (1998-atualmente);
  • Período: República;
  • Casa da Moeda: Rio de Janeiro;
  • Diâmetro: 27mm;
  • Peso: 7gr;
  • Metal: Aço Inoxidável (Núcleo) e Aço revestido de Bronze (Anel);
  • Borda: Serrilha intermitente;
  • Reverso: Moeda;
  • Desenho do Anverso: República voltada à esquerda, passando ao anel dourado, constituindo elemento de segurança da moeda. Na orla, grafismo de cerâmicas indígenas de origem marajoara, referente às raízes étnicas brasileiras; dísticos Brasil;
  • Artistas: Glória Aparecida Ferreira Dias, Luciano Dias Araújo e Kátia Dias;
  • Gravador: Kátia Dias;
  • Desenho do Reverso: No anel dourado, grafismo indígena marajoara. No núcleo, esfera sobreposta por uma faixa de júbilo, com o Cruzeiro do Sul, em alusão ao Pavilhão Nacional. Dísticos correspondentes ao valor facial e ao ano de cunhagem.


Você também pode gostar:

A moeda de 1 real que a maioria não sabe que é raraA moeda de 1 real que a maioria não sabe que é rara
Exemplo de moeda de 1 real de 2014. Imagem: Reprodução

Valor

Mas afinal de contas, quanto vale a moeda de 1 real do ano de 2014 atualmente? Na tabela abaixo, você pode conferir o detalhamento dos valores cotados para este ano de 2024, de acordo com os catálogos numismáticos mais atualizados:

MBC SOBERBA FLOR DE CUNHO
R$ 10,00 R$ 30,00 R$ 130,00

Caso você tenha a moeda de 1 real de 2014 certificada, saiba que ela pode ser vendida em 2024 por nada menos do que R$ 900.

Mas o grande ponto positivo em torno desta moeda não é o seu valor normal, mas o seu valor variável. Caso você encontre a peça em questão com alguma variante, ou erro, o fato é que ela poderá ser vendido por preços diferenciados. veja alguns exemplos:

  • Moeda de 1 real de 2014 com o reverso horizontal: R$ 75;
  • Moeda de 1 real de 2014 com traços debaixo da data no reverso: R$ 25;
  • Moeda de 1 real de 2014 com estrelas duplicadas: R$ 20;
  • Moeda de 1 real de 2014 com a palavra Brasil duplicada: R$ 25;
  • Moeda de 1 real de 2014 com a palavra Real duplicada: R$ 25;
  • Moeda de 1 real de 2014 com a palavra Real deslocada: R$ 70;
  • Moeda de 1 real de 2014 com o disco cortado: R$ 350.

“Mas definir valor comercial à essas moedas é algo relativamente complicado, principalmente porque, como foram produzidas como erros durante o processo de cunhagem, não há registros da quantidade de moedas emitidas”, diz o especialista Plínio Pierry. 



Fonte: Notícias Concursos