Apostas online só poderão ser feitas com cartão de débito e Pix?


O governo liderado por Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), está planejando impor restrições no setor de apostas online no Brasil. Segundo informações divulgadas pela “Folha de São Paulo”, a administração pretende autorizar exclusivamente o uso do Pix e cartões de débito para pagamentos relacionados a apostas de alíquota fixa, abrangendo tanto apostas esportivas quanto os populares jogos de apostas online, conhecidos como “bets”.

A medida visa restringir o acesso dos jogadores aos meios de pagamento, direcionando as transações exclusivamente a partir de suas contas bancárias. Um dos objetivos declarados é prevenir o superendividamento e o vício em jogos, retirando a opção de pagamento com cartão de crédito para essas atividades.

Além disso, no caso de utilização de sistemas de pagamentos instantâneos, a proposta determina que a chave Pix seja obrigatoriamente vinculada aos dados do próprio jogador. Essa medida visa aumentar a transparência e facilitar a rastreabilidade das transações associadas a apostas online.

Regulamentação de apostas esportivas

Em um desdobramento significativo no cenário legislativo brasileiro, o Congresso aprovou, no final do ano passado, a aguardada lei que regulamenta as apostas esportivas virtuais. A semana passada testemunhou um marco crucial, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a legislação, embora acompanhada de alguns vetos.

A legislação, que agora entra em vigor, é parte integrante de um abrangente pacote proposto pelo Ministério da Fazenda, visando não apenas regulamentar o setor de apostas, mas também impulsionar a arrecadação federal. A iniciativa está alinhada à meta do ministro Fernando Haddad de eliminar o déficit fiscal do país até o final de 2024.

O relator da matéria, senador Angelo Coronel (PSD-BA), expressou otimismo em relação aos impactos financeiros da regulamentação. Ele estima que a medida tem o potencial de gerar até R$ 10 bilhões em receitas para os cofres públicos, representando uma significativa injeção de recursos para a busca da estabilidade fiscal.

A regulamentação das apostas esportivas virtuais promete ser um passo importante para a legalização e controle do setor. Isso porque o governo busca equilibrar as necessidades econômicas com as preocupações relacionadas à integridade e responsabilidade no universo das apostas.

Apostas online só poderão ser feitas com cartão de débito e Pix?Apostas online só poderão ser feitas com cartão de débito e Pix?
Apostas online só poderão ser feitas com cartão de débito e Pix?
Foto: Pixabay


Você também pode gostar:

Regulamentação das bets

“Bets” é uma abreviação da palavra em inglês “betting”, que significa apostas em português. No contexto das apostas, o termo “bets” é frequentemente utilizado para se referir a apostas esportivas e jogos de azar online. Essas apostas podem envolver prever resultados de eventos esportivos, como partidas de futebol, ou participar de jogos de cassino online.

As apostas online, incluindo as “bets”, tornaram-se populares em muitos lugares do mundo devido à conveniência oferecida pelos sites de apostas na internet. Os jogadores podem participar dessas atividades a partir de seus dispositivos eletrônicos, como computadores, tablets ou smartphones.

No entanto, a regulamentação dessas apostas varia de país para país, e alguns lugares têm leis específicas para controlar e monitorar as atividades de apostas online. No contexto brasileiro, o cenário das apostas online, ou “bets”, tem sido objeto de considerável atenção e discussão.

A sanção presidencial assinada na semana passada destaca o esforço do governo em equilibrar o avanço da indústria de apostas online com a necessidade de garantir a integridade e responsabilidade nesse ambiente. Leis e regulamentações no setor são importantes para garantir um ambiente seguro, transparente e responsável para os apostadores.



Fonte: Notícias Concursos