Atenção! Novo alerta do INSS sobre golpe da prova de vida online: orientações para proteção


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) emitiu um novo alerta recente para conscientizar a população sobre os crescentes golpes relacionados à prova de vida online.

Como responsável pelo pagamento de benefícios a mais de 39 milhões de brasileiros, a instituição enfatiza que os golpistas têm adotado diversas artimanhas para enganar a boa-fé de aposentados e pensionistas da Previdência Social.

Além disso, a prova de vida do INSS é um procedimento fundamental para assegurar o pagamento de aposentadorias e pensões, portanto, os golpes relacionados são especialmente preocupantes.

Dessa forma, é importante que os beneficiários estejam atentos às orientações e atualizações fornecidas pelo INSS para garantir a integridade do processo.

Por isso mesmo preparamos esse texto. Então, para obter informações detalhadas sobre esses aspectos, convidamos você a continuar a leitura do texto que elaboramos abaixo.

Aqui bordaremos não apenas os métodos utilizados pelos golpistas, mas também esclareceremos as adaptações recentes na prova de vida.

Você pode se interessar em ler também:

Entenda o modus operandi do golpe que tem alvo os aposentados do INSS


Você também pode gostar:

INSSINSS
INSS alerta novamente sobre o crescente número de golpes relacionados a prova de vida online. Imagem: Simões Filho Online.

Segundo divulgado pelo monitoramento do INSS, Os golpistas têm adotado uma abordagem enganosa, entrando em contato telefônico com os beneficiários, alegando a necessidade de realizar procedimentos de maneira digital, sob o pretexto de uma nova modalidade adotada pelo INSS.

Durante a interação, os criminosos, habilmente se passando por atendentes legítimos do Instituto, solicitam que a vítima confirme informações pessoais e bancárias.

Em uma etapa posterior, pedem o envio de uma foto atualizada e documentos digitalizados, criando uma brecha para a consumação do golpe por meio do WhatsApp.

Assim, com os dados pessoais confirmados e a posse da imagem do documento, os golpistas encontram maior facilidade para perpetrar fraudes financeiras.

O gerente de uma Agência da Previdência Social (APS) no Acre, Ocian Florêncio, alerta para os impactos prejudiciais desses golpes, especialmente entre a clientela idosa.

Ele destaca que muitos aposentados e pensionistas, por não serem proficientes em ferramentas tecnológicas, tornam-se alvos fáceis para os criminosos, sendo induzidos pelas supostas facilidades oferecidas.

Florêncio enfatiza a importância de os segurados do INSS rejeitarem esses contatos suspeitos. “Sempre que receber telefonemas, SMS, mensagens de WhatsApp ou e-mails relacionados ao INSS, a melhor abordagem é não divulgar seus dados.

Em caso de dúvidas, é recomendável recorrer aos canais oficiais, como a Central 135 ou o aplicativo Meu INSS. Além disso, buscar a orientação de familiares ou amigos de confiança pode ser uma medida prudente”, orienta Florêncio.

Atualizações implementadas na prova de vida

Por fim, é importante mencionar que, no início de 2023, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) promoveu uma significativa reformulação na realização da prova de vida.

Dessa forma, a instituição transferiu a responsabilidade para o governo, que passou a ser encarregado de comprovar a vitalidade dos segurados.

Anteriormente, os beneficiários precisavam comparecer ao banco responsável pelo pagamento para efetuar a comprovação. A opção estava disponível tanto de forma presencial quanto pelo caixa eletrônico, incluindo o uso da biometria.

Diante das mudanças, o INSS destaca orientações essenciais para os segurados, enfatizando a centralização das operações de atualização de dados no aplicativo Meu INSS ou na plataforma Gov.br. Ademais, alerta sobre a importância de nunca compartilhar login e senha.

O Instituto assegura que nunca solicitará diretamente aos segurados dados sensíveis e não pedirá o envio de fotos de documentos.

Enfim, adotar medidas preventivas e monitorar o CPF são práticas fundamentais para proteger informações pessoais e manter uma boa pontuação de crédito durante a aposentadoria. Abaixo, seguem dicas centrais:

  1. Atualização de contato: manter telefone, e-mail e endereço atualizados no Meu INSS ou pelo telefone 135;
  2. Cautela com solicitações: evitar atender solicitações de dados por e-mail, mensagem ou telefone;
  3. Desconfiar de comunicações suspeitas: não clicar em links enviados por SMS e permanecer alerta diante de mensagens não identificadas. O número de SMS utilizado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41;
  4. Confirmação via Gov.br: acessar o Meu INSS na plataforma Gov.br para confirmar qualquer contato ou convocação;
  5. Canais oficiais: utilizar exclusivamente os canais oficiais de atendimento para atender às solicitações do INSS, seja para agendar serviços ou entregar documentos.



Fonte: Notícias Concursos