Bolsa Família teve reajuste duas vezes maior que da aposentadoria do INSS?


Recentemente, vem circulando nas redes sociais uma notícia falsa alegando que o reajuste do Bolsa Família teria sido duas vezes maior do que o da aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No entanto, é importante esclarecer que essa informação é totalmente equivocada.

O reajuste da aposentadoria segue a atualização do piso previdenciário, que por sua vez acompanha o novo valor do salário mínimo. Em 2024, o salário mínimo foi estabelecido em R$ 1.412, resultando em um reajuste de 6,97% ou um acréscimo de R$ 92 em comparação ao ano anterior (2023), quando era de R$ 1.320.

Ao contrário do que foi propagado na fake news, o Bolsa Família não sofrerá reajuste em 2024. Essa informação foi confirmada pelo ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias. Sendo assim, é fundamental que a população esteja atenta à disseminação de notícias falsas, especialmente quando se trata de assuntos sensíveis como políticas de benefícios sociais

Reajuste do INSS em 2024

Como já dito anteriormente, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou recentemente um reajuste nos benefícios concedidos aos segurados. De acordo com informações do E-Investidor, o aumento dos benefícios do INSS atingiu a marca de 6,97%, sendo diretamente influenciado pelo estabelecimento do novo salário mínimo em 2024.

Esta medida visa assegurar que os aposentados e pensionistas recebam uma compensação adequada, acompanhando a evolução econômica do país. A nova política de valorização do salário mínimo, adotada para garantir a dignidade dos beneficiários, leva em consideração os fatores a seguir:

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC): O reajuste é calculado com base no INPC, um indicador que reflete a variação de preços de uma cesta de produtos consumidos pelas famílias brasileiras. O período considerado é de 12 meses até novembro, proporcionando uma abordagem realista das mudanças nos custos de vida.
  • Crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores: Outro componente fundamental para determinar os reajustes é o crescimento do PIB nos dois anos anteriores. Essa abordagem leva em conta a saúde econômica do país.

Os reajustes no INSS têm como objetivo principal manter o poder de compra dos aposentados, promovendo uma aposentadoria digna e condizente com a contribuição desses indivíduos ao longo de suas carreiras. Essas medidas desempenham um papel vital na construção de um sistema de previdência mais justo e sustentável.

Bolsa Família teve reajuste duas vezes maior que da aposentadoria do INSS?Bolsa Família teve reajuste duas vezes maior que da aposentadoria do INSS?
Bolsa Família teve reajuste duas vezes maior que da aposentadoria do INSS?
Imagem: Reprodução


Você também pode gostar:

Qual o valor do Bolsa Família?

Desde o inicio de 2023, o Bolsa Família assegura um valor mínimo de R$ 600 por família, buscando oferecer um suporte financeiro às camadas mais vulneráveis da sociedade. Esse montante serve como um alicerce para atender às necessidades básicas e garantir uma qualidade de vida mínima.

Além do valor-base, o programa incorpora acréscimos que visam atender às demandas específicas de diferentes faixas etárias e situações familiares. Para cada criança com até seis anos de idade, há um adicional de R$ 150, reconhecendo os custos associados ao cuidado e desenvolvimento na primeira infância.

Para famílias com crianças ou adolescentes entre sete e 18 anos, assim como para gestantes, o Bolsa Família oferece um adicional de R$ 50 por indivíduo. Dessa forma, o valor total do Bolsa Família pode variar significativamente, dependendo da composição familiar e das características específicas de cada núcleo.



Fonte: Notícias Concursos