Comemoração! Novo benefício exclusivo para aposentados do INSS e estudantes é anunciado


O anúncio recente do governo federal traz boas notícias para aposentados do INSS e estudantes. Afinal, está previsto que a partir do próximo mês será introduzido um benefício inovador chamado Voa Brasil.

Ao contrário das práticas convencionais de oferecer descontos ou prioridades, este programa se trata uma iniciativa inédita para proporcionar acessibilidade econômica às viagens aéreas a esses grupos específicos.

Vale pontuar que, o projeto é uma materialização da promessa feita por Márcio França durante seu mandato como ministro dos Portos e Aeroportos no ano passado.

Dessa forma, o Voa Brasil foi concebido com o intuito de tornar as passagens aéreas mais acessíveis para aposentados e estudantes.

Então, se você, como aposentado ou estudante, está intrigado com essa novidade e deseja saber mais sobre como aproveitar as vantagens oferecidas pelo programa, não deixe de conferir o texto abaixo.

Preparamos essa leitura para esclarecer diversas dúvidas e fornecer informações detalhadas sobre o Voa Brasil.

Voa Brasil: benefícios para aposentados do INSS e estudantes do Prouni

AposentadosAposentados
Aposentados e estudantes poderão participar do Voa Brasil e viajar com preços bastante reduzidos. Imagem: CNN Brasil.

O aguardado programa Voa Brasil está se preparando para transformar a realidade de aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e estudantes do Prouni (Programa Universidade para Todos), posicionando-se como uma iniciativa inclusiva e acessível para esses públicos específicos.

Segundo informações preliminares divulgadas, o programa, liderado pelo recém-nomeado Ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho, tem como objetivo principal proporcionar oportunidades de viagem aérea para aposentados e estudantes de maneira acessível e conveniente.

Mas, este é apenas o primeiro passo de uma iniciativa que promete abranger diversos segmentos da sociedade.

O lançamento oficial do Voa Brasil está previsto para ocorrer até o início de fevereiro, com a expectativa de que ocorra ainda em janeiro.

Sílvio Costa Filho estabeleceu um prazo para o evento, datando o início do mês seguinte como última possibilidade.

A promessa é ambiciosa, e se propõe atender às necessidades de mobilidade de aposentados do INSS que recebem até dois salários mínimos. Sem dúvidas essa é uma expressiva parcela da população, totalizando 20,8 milhões, segundo dados governamentais.

Além disso, o programa também vai beneficiar os estudantes contemplados pelo Prouni, um público de aproximadamente 600 mil pessoas.

Enfim, a expectativa é que cada trecho tenha um custo máximo de R$ 200, tornando as viagens aéreas mais acessíveis para esses grupos específicos.

Observação importante

Um aspecto relevante a ser destacado é que os bilhetes serão comercializados pelas próprias companhias aéreas. Isso facilitará o acesso e garantirá a transparência no processo de aquisição para aposentados e estudantes.

Em relação ao prazo, segundo Costa Filho, será possível adquirir as passagens após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciar o programa.

“A gente está trabalhando para que já no começo de fevereiro, aquele que entrar no site do Voa Brasil vai ter acesso à disponibilidade da compra de passagem. Por isso que a gente quer já no dia do anúncio do presidente, possivelmente na primeira quinzena de fevereiro, a gente já poder ter isso pronto para já o brasileiro, o aposentado e o aluno do Prouni ter acesso ao programa” pontuou.

Você pode se interessar em ler também:

Outras perspectivas para o Voa Brasil ao democratizar as passagens para aposentados e estudantes

Por fim, é importante destacar que, o ministro enfatizou que o programa em questão tem como objetivo integrar de 2,5 milhões a 3 milhões de novos passageiros no cenário da aviação brasileira.

Assim sendo, o Voa Brasil também tem um potencial econômico, mesmo se tratando de uma iniciativa social.

Vale dizer que a estimativa abrange indivíduos que não realizam viagens aéreas há mais de um ano ou que nunca experimentaram o deslocamento por meio da aviação comercial.

Além disso, Silvio Costa Filho também destacou os esforços do governo federal para reduzir o preço do querosene de aviação e resolver questões judiciais entre companhias aéreas e passageiros, com o objetivo de diminuir os custos dos bilhetes.

Adicionalmente, o ministro revelou que estão sendo envidados esforços junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para ampliar o acesso ao crédito por parte das empresas do setor.

“O que nós vamos combater, trabalhar para combater, são alguns aumentos abusivos que estão tendo, penalizando o cidadão brasileiro. Isso a gente não pode aceitar. E por isso que a gente tem trabalhado junto às aéreas para que elas possam de fato rever alguns preços que têm praticados no mercado” disse o ministro.



Fonte: Notícias Concursos