Como identificar a moeda rara que a maioria das pessoa joga fora


Você já encontrou uma moeda antiga? Seja na casa dos seus avós, ou mesmo no meio da rua, é natural ter contato com estas peças ao menos uma vez na vida. O problema é que a grande maioria da população não faz ideia de que boa parte destes exemplares podem ser considerados valiosos.

É o caso, por exemplo, da moeda de 20 centavos do ano de 1981. Trata-se de um exemplar que não possui mais valor monetário, ou seja, você não vai conseguir encontrar este item em um trocado no comércio, por exemplo. Mas nada impede que você encontre a peça em outros locais.

1981 no Brasil

Este exemplar de 1981 foi lançado dentro de um contexto muito específico. Na época, o país era comandado pelo presidente João Figueiredo. Em março daquele ano, ocorreu o famoso atentado do RioCentro, que deixou um militar morto, e outro gravemente ferido.

No esporte, o Flamengo conquistava o seu primeiro título mundial, e Pelé era eleito pela revista France Football como o atleta do século. Na economia, o Brasil ganhava um novo estado: Rondônia.

Características da moeda

Abaixo, você pode conferir as principais características da moeda de 20 centavos do ano de 1981, tomando como base as informações disponibilizadas pelo Banco Central (BC):

  • Reforma Monetária;
  • Plano Monetário: Padrão Cruzeiro (1970 – 1986).;
  • Período: República;
  • Casa da Moeda: Rio de Janeiro;
  • Diâmetro: 26mm;
  • Peso: 6.33gr;
  • Metal: Aço Inoxidável;
  • Borda: Lisa;
  • Reverso: Moeda;
  • Moeda Desmonetizada;
  • Desenho do Anverso: Desenho representando a Igreja de São Francisco de Assis na cidade de São João del Rey, fundada pela Venerével Ordem Terceira de São Francisco de Assis (Minas Gerais), acompanhada do dístico ‘BRASIL’;
  • Desenho do Reverso: Valor de face sobre fundo de linhas onduladas, acompanhado do dístico ‘CRUZEIROS’ e data sobre fundo liso, ladeada pelo símbolo do Banco Central e um zimbo (concha), utilizada como moeda no Brasil Colônia.
Como identificar a moeda rara que a maioria das pessoa joga foraComo identificar a moeda rara que a maioria das pessoa joga fora
Moeda de 20 cruzeiros é muito conhecida dentro da numismática. Imagem: Reprodução


Você também pode gostar:

Quanto vale a moeda

Mas afinal de contas, quanto vale a moeda de 20 cruzeiros do ano de 1981, tomando como base as informações disponibilizadas pelos catálogos numismáticos mais atualizados? Na tabela abaixo, você pode conferir a resposta para esta pergunta:

MBC SOBERBA FLOR DE CUNHO
x R$ 5,00 R$ 10,00

Entendendo as classificações

Para os iniciantes, as inscrições acima podem parecer complexas. Afinal de contas, o que significa o termo Flor de Cunho, por exemplo? As classificações acima estão relacionadas ao estado de conservação de cada uma destas peças, segundo as informações de colecionadores. 

Para começar, vamos detalhar o que significa uma moeda MBC. Este termo significa “Muito bem conservada”. Para que a peça entre nesta classificação, ela precisa ter, no mínimo, 70% de sua aparência original. Os analistas também dizem que o seu nível de desgaste deve sempre ser homogêneo.

Uma moeda soberba é a aquela que conta com pelo menos 90% dos detalhes originais preservados. Trata-se de uma peça que conta com pouco vestígio de circulação e de manuseio. No universo da numismática, este item é considerado intermediário, mas já se trata de um valor mais alto.

O termo Flor de Cunho vem da inscrição em inglês uncirculated. Trata-se de uma peça que não apresenta mais nenhum tipo de desgaste e nem de manuseio. Absolutamente todos os detalhes da cunhagem estão com a sua aparência original. Também não há nenhum indicativo de limpeza ou de química. Mesmo por isso, moedas flor de cunho são sempre as mais valiosas.

“Mas definir valor comercial à essas moedas é algo relativamente complicado, principalmente porque, como foram produzidas como erros durante o processo de cunhagem, não há registros da quantidade de moedas emitidas”, diz o especialista Plínio Pierry. 

Vale sempre lembrar que os valores de uma moeda podem variar de acordo com o seu poder de negociação.



Fonte: Notícias Concursos