Esta moeda de 10 centavos pode valer R$ 100 se contar com este defeito


O que você faria com uma moeda de 10 centavos? A grande maioria dos brasileiros certamente não conseguiria responder muita coisa. Mas uma pequena parcela da população entende que uma simples moeda de 10 centavos pode valer uma pequena fortuna em alguns casos.

Neste artigo específico, vamos falar sobre a moeda de 10 centavos do ano de 2016. Trata-se de uma peça extremamente recente, e que ainda conta com valor monetário. Na prática, isso significa que o exemplar pode ser encontrado a qualquer momento por qualquer pessoa em um trocado em um comércio, por exemplo.

Uma das principais curiosidades sobre esta moeda é que ela contou com uma tiragem de mais de 200 milhões de unidades. Este foi o número de peças que foram postas em circulação naquela ocasião. Na linguagem da numismática, este é um número que pode ser considerado alto.

Características da moeda

Abaixo, você pode conferir as principais características da moeda de 10 centavos do ano de 2016, tomando como base as informações disponibilizadas pelo Banco Central (BC):

  • Novo Padrão Monetário 2º Família Diversos Metais;
  • Plano Monetário: Padrão Real 2º Família (1998-atualmente);
  • Período: República;
  • Casa da Moeda: Rio de Janeiro;
  • Diâmetro: 20mm;
  • Peso: 4.80gr;
  • Metal: Aço Revestido de Bronze;
  • Borda: Serrilhada;
  • Reverso: Moeda;
  • Artistas: Glória Aparecida Ferreira Dias, Luciano Dias Araújo e Kátia Dias;
  • Gravador: Alzira Duim;
  • Desenho do Anverso: Busto de D. Pedro I inclinado à esquerda, ladeado pelo dístico Brasil e por cena alusiva à proclamação da Independência (7/9/1822), em São Paulo, às margens do Rio Ipiranga;
  • Desenho do Reverso: À esquerda, linhas diagonais de fundo dão destaque ao dístico correspondente ao valor facial 10 centavos e a data. À direita do valor, a constelação do Cruzeiro do Sul.
Esta moeda de 10 centavos pode valer R$ 100 se contar com este defeitoEsta moeda de 10 centavos pode valer R$ 100 se contar com este defeito
Exemplo de moeda de 10 centavos do ano de 2016. Imagem: Reprodução

Quanto vale?

Mas afinal de contas, quanto vale a moeda de 10 centavos do ano de 2016 atualmente? Como dito, o valor desta peça sem erros de cunhagem não é grande, já que estamos falando de um exemplar que ainda está em circulação e que contou com uma tiragem muito alta.


Você também pode gostar:

De todo modo, especialistas na área da numismática indicam que a moeda poderá ser vendida a muito mais dinheiro, caso ela seja encontrada com um pequeno erro de cunhagem, conhecido no meio da numismática como reverso invertido.

Caso você encontre a moeda de 10 centavos do ano de 2016 com o reverso invertido, saiba que ela poderá ser vendida a nada menos do que R$ 100 atualmente.

O que é uma moeda reverso invertido?

Mas afinal de contas, o que seria uma moeda com reverso invertido? Para entender esta pergunta, é necessário saber que o Brasil adota um sistema de padrão reverso moeda, ou seja, eixo horizontal (EH). As moedas que fogem deste padrão exigido são conhecidas como reverso invertido, e são consideradas muito raras. 

Basicamente, as moedas com reverso invertido são aquelas que possuem o reverso com alinhamento contrário ou invertido ao alinhamento original. Na prática, para saber se uma moeda tem este defeito, basta segurar a peça com a face em posição normal virada para você. Logo depois, basta girar de baixo para cima. 

Se o outro lado estiver de cabeça para baixo, estamos falando de uma moeda com reverso invertido, ou seja, uma peça valiosa. Vale frisar que qualquer item pode ser reverso invertido. Até mesmo centavos podem ter este tipo de defeito. Em todos os casos, a peça poderá valer mais. 

“Mas definir valor comercial à essas moedas é algo relativamente complicado, principalmente porque, como foram produzidas como erros durante o processo de cunhagem, não há registros da quantidade de moedas emitidas”, diz o especialista Plínio Pierry. 

No final das contas, a grande dica ao identificar uma moeda rara é entrar em contato com o vendedor e exercitar o seu poder de negociação para conseguir o maior valor possível.



Fonte: Notícias Concursos