Governo Federal acaba de emitir COMUNICADO URGENTE sobre o Bolsa Família que preocupou brasileiros; confira


O Governo Federal divulgou recentemente um esclarecimento urgente sobre o Bolsa Família, programa social que tem preocupado os brasileiros. Diversas reportagens viralizaram na internet falando sobre o bloqueio de 8,4 milhões de benefícios, causando apreensão na população. No entanto, é importante esclarecer que não houve cancelamento de 8,4 milhões de benefícios, como foi erroneamente divulgado. O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e a Controladoria Geral da União (CGU) esclareceram que esse número refere-se às averiguações realizadas ao longo de 2023 e não aos benefícios cancelados.

Entendendo a Situação do Bolsa Família

De acordo com o MDS e a CGU, as averiguações realizadas não representam necessariamente um cancelamento do benefício. O objetivo dessas averiguações é corrigir distorções no pagamento do programa de transferência de renda do governo anterior. Tais distorções foram apontadas pela CGU e pelo Tribunal de Contas da União (TCU), além de terem sido alvo de investigações no Poder Judiciário.

O processo de reconstrução do Bolsa Família iniciou-se desde o início da atual gestão do MDS. O Cadastro Único, utilizado para a seleção de beneficiários, está sendo aprimorado para garantir que os recursos cheguem às famílias que realmente necessitam. Durante esse processo de reconstrução, foram identificados mais de 17 milhões de cadastros desatualizados ou inconsistentes. Essa revisão cadastral incluiu desde pessoas que se declaravam como família unipessoal, mas na verdade faziam parte de núcleos familiares maiores, até beneficiários já falecidos ou com renda acima das regras de elegibilidade do Bolsa Família.

O Auxílio Brasil e o Bolsa Família

É importante ressaltar que, apesar das mudanças no programa, a assistência às famílias mais vulneráveis continua sendo uma prioridade do governo. Em dezembro de 2022, o Auxílio Brasil atendeu 21,6 milhões de famílias. Já em dezembro de 2023, o Bolsa Família retomou o conceito de composição familiar e beneficiou 21,06 milhões de famílias. O número de pessoas atendidas também aumentou, passando de 54,7 milhões para 56 milhões.

Investimento Federal no Bolsa Família

O investimento federal no Bolsa Família foi significativamente ampliado em 2023, registrando o maior volume de recursos desde o início do programa. Foram destinados R$ 14,1 bilhões por mês, em comparação com os R$ 7,8 bilhões investidos no ano anterior. Esses recursos são fundamentais para garantir a segurança e o bem-estar das famílias beneficiárias.

Fluxo de Entradas e Saídas no Bolsa Família


Você também pode gostar:

O fluxo de entradas e saídas no programa Bolsa Família segue um processo rotineiro de averiguação e revisão cadastral. A busca ativa, retomada pelo atual governo, permitiu a inclusão de 2,85 milhões de famílias desde março, quando o programa foi relançado. Essa busca ativa consiste em identificar e cadastrar famílias que se enquadrem nos critérios de elegibilidade do Bolsa Família, mas que ainda não estejam recebendo o benefício.

É importante destacar que o bloqueio do benefício não implica no cancelamento definitivo da família no programa. O bloqueio tem como objetivo incentivar a família a esclarecer ou regularizar as situações identificadas no monitoramento e acompanhamento familiar. Durante o período de bloqueio, a família não pode sacar as parcelas disponibilizadas até a regularização da situação identificada. Assim que a razão para o bloqueio é sanada e a família continua enquadrada nos critérios de vulnerabilidade do programa, o benefício é reestabelecido.

Esforço do Governo Federal para Fortalecer o Bolsa Família

O esforço do Governo Federal é no sentido de fortalecer os programas sociais, como o Bolsa Família, ao mesmo tempo em que se busca diminuir os riscos de fraudes e inconsistências no Cadastro Único. O MDS e a CGU estão empenhados na fiscalização e no aprimoramento do sistema para garantir que os recursos cheguem às famílias que realmente necessitam.

Primeiro Pagamento do Bolsa Família em Janeiro de 2024

O primeiro pagamento do Bolsa Família em 2024 está programado para o mês de janeiro. As datas de pagamento já foram anunciadas pelo MDS e os beneficiários podem consultar os valores a partir de sete dias antes dos depósitos, diretamente na conta do Caixa Tem ou no aplicativo Bolsa Família. É importante ressaltar que essas datas estão sujeitas a alterações, portanto, é fundamental estar atento às informações divulgadas pelo MDS e pelos canais oficiais do governo.

Confira abaixo as datas de pagamento de acordo com o último número do NIS:

NIS final Data de pagamento
1 18 de janeiro
2 19 de janeiro
3 22 de janeiro
4 23 de janeiro
5 24 de janeiro
6 25 de janeiro
7 26 de janeiro
8 29 de janeiro
9 30 de janeiro
0 31 de janeiro

Lembrando que essas datas estão sujeitas a alterações, então é sempre importante ficar atento às informações divulgadas pelo MDS e pelos canais oficiais do governo.



Fonte: Notícias Concursos