NOVA IDENTIDADE: Termina hoje o prazo para os estados iniciarem a emitir o documento


A emissão do novo Documento de Identidade Nacional (DIN) está em pleno vigor no Brasil. Com um prazo final estabelecido para esta quinta-feira (11), os estados estão adotando a nova carteira de identidade, que traz consigo diversas vantagens e melhorias em relação ao documento anterior. Até o momento, 23 estados e o Distrito Federal já estão emitindo o DIN, o que representa um avanço significativo na segurança e na identificação dos brasileiros.

A Importância do DIN na Segurança e Identificação dos Brasileiros

O DIN foi desenvolvido com o objetivo de aumentar a segurança e a confiabilidade na identificação dos cidadãos brasileiros. Uma das principais mudanças é a adoção do número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como identificador único em todo o país. Essa medida contribui para a melhoria dos cadastros administrativos e, principalmente, para a redução das fraudes no Brasil.

De acordo com dados do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), mais de 3 milhões de brasileiros já receberam a nova Carteira de Identidade Nacional. Essa adesão em massa demonstra a importância e a aceitação do novo documento pela população.

Benefícios do DIN: Maior Facilidade e Integração com Outros Documentos

Uma das principais vantagens do DIN é a facilidade de integração com outros documentos. A versão digital da CIN conta com um QR Code que permite o acesso rápido às informações do cidadão. Além disso, essa integração possibilita que o DIN seja utilizado em conjunto com outros documentos digitais, como a carteira de motorista digital.

De acordo com a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, essa integração é apenas o começo. No futuro, a intenção é concentrar diversos documentos no GOV.BR, facilitando ainda mais a vida dos brasileiros e a oferta de serviços públicos.

Procedimentos para a Emissão do DIN

Para solicitar a emissão do DIN, é necessário apresentar a certidão de nascimento ou de casamento, tanto em formato físico quanto digital. Caso haja dúvidas sobre a autenticidade da certidão apresentada, o órgão expedidor pode solicitar outros documentos, como a carteira de identidade atual, carteira de trabalho, carteira profissional, passaporte ou carteira de identificação funcional.


Você também pode gostar:

A primeira via do DIN é gratuita, o que incentiva os brasileiros a adquirirem o novo documento. No entanto, é importante destacar que as carteiras de identidade antigas terão um prazo de dez anos para serem trocadas. Essa medida visa garantir a transição suave e gradual para o novo documento.

Validade do DIN: Duração Vinculada à Idade do Cidadão

A validade do DIN varia de acordo com a idade do cidadão. Para pessoas com até 11 anos de idade, a validade é de cinco anos. Já para aqueles entre 12 e 59 anos, a validade é de dez anos. A partir dos 60 anos, a carteira de identidade não possui prazo de validade, sendo considerada indeterminada.

Essa diferenciação na validade do documento leva em consideração as mudanças físicas que ocorrem ao longo da vida e a necessidade de atualização dos dados pessoais. Dessa forma, o DIN se mantém atualizado e confiável ao longo do tempo.

Estados que Já Emitem o DIN

Até o momento, além do Distrito Federal, 23 estados já estão emitindo o DIN. São eles: Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Essa abrangência geográfica representa um grande avanço na implementação do novo documento em todo o território nacional. A expectativa é que, em breve, todos os estados estejam aptos a emitir o DIN, proporcionando maior segurança e praticidade aos brasileiros.

Solicite a Emissão do Novo Documento o Quanto Antes

O novo Documento de Identidade Nacional traz inúmeras melhorias na segurança e identificação dos brasileiros. Com a adoção do número de inscrição no CPF como identificador único, o DIN contribui para a redução de fraudes e a melhoria dos cadastros administrativos. Além disso, a versão digital do documento permite a integração com outros documentos, o que facilita o acesso às informações e a oferta de serviços públicos.

Com a adesão de 23 estados e do Distrito Federal na emissão do DIN, a implementação do novo documento está em pleno andamento em todo o país. A expectativa é que, em breve, todos os cidadãos brasileiros possam desfrutar dos benefícios e da segurança proporcionados pelo DIN.

Portanto, é fundamental que os brasileiros estejam cientes da importância e das vantagens do novo Documento de Identidade Nacional. Solicitar a emissão do DIN é um passo importante para garantir a segurança e a confiabilidade da identificação pessoal, além de facilitar o acesso a serviços públicos.



Fonte: Notícias Concursos