Preço da Gasolina fica estável, mas Etanol e Diesel caem


Na semana passada, os motoristas do país não conseguiram se livrar do aumento nos preços dos combustíveis. Entretanto, nesta semana, o cenário foi bem diferente, e os consumidores conseguiram aproveitar leves recuos dos valores nos postos de combustíveis.

De acordo com o levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços do etanol e do diesel caíram levemente nesta semana, enquanto a gasolina se manteve estável em relação à semana anterior.

Significa que os motoristas não precisaram gastar mais para abastecer o tanque de combustível dos seus veículos, ao menos no geral, já que nenhum dos principais combustíveis ficaram mais caros no país.

A propósito, a ANP coleta os preços dos combustíveis em milhares de postos do país desde 2004. A entidade divulga semanalmente as variações dos valores em todos os estados do país.

Preço da gasolina fica estável nos postos

Em resumo, o preço médio nacional da gasolina ficou estável nos postos, após leve alta na semana passada. O valor do litro do combustível continuou custando R$ 5,58 no país.

Nos últimos meses de 2023, os consumidores conseguiram aproveitar preços mais acessíveis, já que o valor da gasolina passou a cair com mais frequência a partir de agosto. Entretanto, o valor do combustível voltou a subir, mesmo que levemente.

A ANP revelou que o maior valor da gasolina encontrado nos postos do país nesta semana foi de R$ 7,99. Isso quer dizer que houve estabelecimentos que comercializaram o litro do combustível a um preço 43,2% maior que a média do país, dificultando ainda mais a vida dos motoristas destes locais.

Preço da gasolina fica estável nos postos do paísPreço da gasolina fica estável nos postos do país
Preço da gasolina fica estável nos postos do país. Imagem: Canva.


Você também pode gostar:

Etanol fica mais barato nas bombas

O etanol hidratado seguiu uma direção diferente da gasolina e ficou mais barato nas bombas do país, após subir na semana passada. Inclusive, o biocombustível havia caído no final de 2023 para o menor patamar em 14 meses, refletindo o bom momento para os consumidores do país que abastecem com etanol.

Em síntese, o valor médio do biocombustível caiu de R$ 3,43 para R$ 3,42 nas bombas de combustíveis, variação que nem deve ter sido sentida pelos motoristas. Contudo, a ANP chegou a encontrar locais que comercializaram o etanol a R$ 6,60, preço que superou em 93% a média nacional.

Isso mostra que os valores do etanol tiveram uma variação bem mais expressiva que a gasolina na semana, ou seja, houve locais que comercializaram o biocombustível a valores bem mais elevados que outros, mas a média nacional se manteve praticamente estável.

Cabe salientar que o etanol costuma acompanhar as variações da gasolina, pois não há regulação dos preços do biocombustível no país. Na verdade, as variações do etanol são definidas pela razão entre oferta e procura, oscilando, principalmente, conforme às variações nos preços da gasolina. Isso acontece porque os combustíveis são concorrente nas bombas.

Diesel volta a cair nos postos do país

Nesta semana, os motoristas que abasteceram seus veículos com óleo diesel se surpreenderam com a queda dos preços do combustível, a nível nacional. Em suma, o valor do combustível caiu de R$ 5,98 para R$ 5,94, recuo de quatro centavos.

Esse é o primeiro recuo nas últimas três semanas, interrompendo duas altas seguidas. Aliás, os avanços aconteceram após oito semanas de queda, período em que os motoristas aproveitaram uma redução de 38 centavos no preço do litro do diesel.

A última vez que o diesel havia registrado alta no preço foi na semana encerrada em 4 de novembro, até que 2024 trouxe apenas aumento dos valores nas duas primeiras semanas, algo que mudou nesta nova atualização do levantamento da ANP, indicando queda nos valores do combustível.

Segundo a ANP, o maior preço encontrado nos postos do país nesta semana foi de R$ 8,89, preço que superou em 49,7% que o valor médio do país.

Volta da cobrança de impostos encarece diesel

Desde o último dia 2 de janeiro que os impostos PIS/Cofins voltaram a incidir sobre o óleo diesel. A saber, a cobrança estava suspensa desde 2021, e isso contribuiu para conter os aumentos no preço do combustível nos últimos tempos. Entretanto, isso deixou de acontecer no início de 2024.

Especialistas acreditavam que o valor do imposto poderia elevar em 35 centavos o preço do litro do diesel, e parte desse valor foi repassada para os consumidores nas duas primeiras semanas do ano, mas parece que isso já acabou.

Inclusive, a expectativa era que o impacto não fosse muito forte, pois a Petrobras promoveu dois reajustes nos preços do diesel em dezembro de 2023.

No dia 8, a companhia reduziu em 6,7% o valor do diesel vendido para as distribuidoras, que caiu de R$ 4,05 para R$ 3,78. Já no dia 27, a empresa reduziu de R$ 3,78 para R$ 3,48 o valor do diesel.

Em outras palavras, o combustível fóssil acumulou uma redução de 57 centavos em três semanas, e os motoristas conseguiram aproveitar essas reduções no ano passado, e ainda estão funcionando como freios para o encarecimento do diesel em 2024.



Fonte: Notícias Concursos