Sean Strickland enterra a machadinha com Dricus du Plessis, mas diz a Israel Adesanya ‘cale a boca’


Algumas semanas atrás, Sean Strickland estava pulando em cadeiras para dar socos em Dricus du Plessis no meio da multidão no UFC 296.

Agora, a poucos dias do confronto principal no UFC 297, Strickland enterrou qualquer animosidade que tinha contra du Plessis, chegando ao ponto de dizer à multidão em Toronto para torcer por seu oponente na noite de sábado. Foi uma grande mudança de ritmo depois que Strickland ameaçou esfaquear du Plessis se o lutador sul-africano trouxesse à tona seu trauma de infância novamente – exatamente o assunto que levou àquela briga em dezembro passado.

Em vez disso, foi o ex-campeão peso médio do UFC, Israel Adesanya, pegando os perdidos de um Strickland muito animado.

“O problema com Dricus é o seguinte: ele não é f****** Izzy – Dricus gosta de lutar”, gritou Strickland. “Ele gosta de lutar e é um baita lutador. Você sabe o que isso significa? Nós vamos ser idiotas com idiotas, mamilo com mamilo nessa faixa de luta.

“Espero que depois que terminarmos, ganhando ou perdendo, estejamos malditos e façamos um show para vocês, malditos. Aplauda-o e encoraje-o. Porque queremos uma maldita guerra!”

Apesar da briga e das ameaças pré-luta, Strickland insistiu que nunca teve qualquer má vontade em relação a du Plessis. Strickland na verdade colocou a culpa de volta no campeão peso galo do UFC, Sean O’Malley, que iniciou a desconfortável conversa fiada em uma coletiva de imprensa separada, onde todos dividiram o palco juntos.

Fora desse incidente e posteriormente atacando du Plessis no meio da multidão, Strickland promete que não teve nenhum problema com seu próximo oponente. Na verdade, ele elogiou du Plessis por conseguir deixá-lo tão fora de forma e irritado durante o encontro anterior.

“O problema é o seguinte: nunca foi pessoal”, disse Strickland. “Você fez o idiota do Sean O’Malley dizer alguma merda estúpida sobre a qual ele não sabe nada. Eu sou duro com todo mundo. Você não acha que eu mereço alguma merda? Eu sou duro com todos vocês, filhos da puta.

“Estou orgulhoso do filho da puta. Você não me vê perder o caráter com frequência, esse filho da puta me levou até lá.”

Em vez de se lançar sobre a mesa, Strickland estendeu a mão para du Plessis para que os lutadores concordassem que fariam um show memorável para o público canadense no sábado.

“Falando sério, pessoal, eu e Dricus, vamos tentar nos matar por vocês”, disse Strickland. “Dricus, posso conseguir um acordo até a morte? Até a porra da morte! Deus o respeite por isso.

Os pesos médios apertaram as mãos para reconhecer a aposta incomum e isso pareceu enterrar o machado entre eles.

O mesmo não pode ser dito de Adesanya depois que ele escolheu du Plessis para vencer a luta no UFC 297 e vencer Strickland para se tornar o novo campeão dos médios. Strickland não mirou na previsão, mas enviou a Adesanya um duro lembrete de como a luta deles se desenrolou.

“Ouça, Izzy, o maldito cara, o maldito senhor cringelo, o cachorrinho brinca sozinho. F*** Izzy”, disse Strickland. “Eu poderia ter derrubado Izzy e dado uma surra nele no chão, mas escolhi ficar ao lado dele como um homem. O que ele fez durante toda a luta? Fuja como um idiota. Izzy, cale a boca.”



Fonte: mma fighting