“Serei sempre um Patriota”, disse Bill Belichick ao se despedir do time que o tornou uma lenda


EUEm apenas sete minutos, uma era terminou não só em Nova Inglaterra, mas em toda a NFL. Numa breve conferência de imprensa, Bill Belichick e proprietário dos Patriots Roberto Kraft explicou os motivos da saída do treinador dos Pats, sem responder às perguntas da imprensa reunida nas instalações da equipa.

O primeiro a falar foi Belichick, que começou com uma piada: “Não vi tantas câmeras desde que assinamos com (Tim) Tebow”, ele comentou ao entrar na entrevista coletiva. Durante seu discurso, em que sua voz às vezes embargava, Belichick expressou sua gratidão pelos momentos que viveu com os Pats: “Robert e eu, após uma série de discussões, concordamos mutuamente em nos separar. Para mim, este é um dia de gratidão e celebração”, disse Belichick.

“Estou muito orgulhoso de tudo o que conquistamos, das memórias, são coisas que levarei comigo para o resto da vida”, expressou o lendário treinador. “Quero agradecer a todos, começando pelos treinadores adjuntos que tive ao longo de todos estes anos, grandes treinadores com quem conseguimos coisas inesquecíveis. Quero também agradecer aos jogadores, que sempre foram de primeira classe. não ganharam campeonatos, sempre apreciarei sua dedicação, profissionalismo e esforço”, acrescentou.

“E quero agradecer à torcida, que tem sido extraordinária. Tenho muitas lembranças com eles, desde os domingos em dia de jogo até os desfiles quando ganhávamos campeonatos. Sempre serei um Patriota, mas agora temos que seguir em frente e pensar no futuro”, afirmou.

Kraft, orgulhoso de seus 24 anos juntos

Proprietário de Pats Roberto Kraft então falou, abraçando Belichick e agradecendo pelos 24 anos de trabalho conjunto: “Obrigado, Bill. Quando comprei a equipe, eu tinha as maiores expectativas quando contratei você em 2000. Acho que é seguro dizer que as superamos por sua causa.”

“No fundo, sempre serei um fã sentimental de esportes. Portanto, este é um dia muito emocionante para mim. Alguns dos meus momentos mais felizes foram celebrados durante a gestão de Bill aqui”, continuou Kraft enquanto elogiava as habilidades de liderança de Belichick que levaram ao “sucesso sem precedentes .”

“Ele é o maior treinador de todos os tempos”, disse Kraft. “O que torna esta decisão de separação tão difícil. Mas este foi um movimento que concordamos mutuamente que era necessário neste momento. O que Bill realizou conosco, na minha opinião, nunca será replicado.”

No final, Kraft desejou sucesso a Belichick em seus empreendimentos futuros – exceto quando ele estiver treinando contra os Patriots: “Será difícil vê-lo com um moletom cortado em (outra) linha lateral”, disse Kraft.

“Bill sempre será reconhecido como uma lenda na Nova Inglaterra e será membro do Hall da Fama junto com os maiores”, acrescentou.





Fonte: Jornal Marca